Cidadeverde.com

Segurança Pública terá cerca de 1200 agentes no Corso 2018

A Operação Corso 2018 conta com cerca de 1.200 agentes de segurança pública, entre policiais militares, civis, rodoviários federais, entre outros, sendo 700 policiais militares divididos em três turnos. De acordo com o Coronel Alberto Meneses, coordenador geral de operações da Polícia Militar - PI,  a PM tem como objetivo preservar a integridade física das pessoas e seus patrimônios.

"A Polícia Militar vai trabalhar para preservar a integridade física das pessoas e seus patrimônios. Iremos ter 5 pontos de bloqueio para fiscalizar a entrada de objetos cortantes, como bebidas e comidas em recipientes de vidro, e a presença de cerca de 1200 agentes de segurança pública para garantir a segurança do folião", afirmou.

De acordo com o coronel Jaime Oliveira, diretor de operações e fiscalizações da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), a organização do trânsito nas imediações da Avenida Raul Lopes será reforçada com o apoio de equipes da Companhia de Policiamento Independente de Trânsito (CIPTran) e do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE). As avenidas Marechal Castelo Branco e Duque de Caxias não serão interditadas, por outro lado, a Ponte da Primavera será fechada a partir das 6h da manhã deste sábado (03).

A avenida Petrônio Portela, no sentido da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para o aeroporto, será interditada, porém o sentido oposto será liberado até a via de acesso à avenida Marechal Castelo Branco. Outro ponto de destaque é a Ponte Estaiada, que não será fechada, somente as alças que dão acesso à avenida Raul Lopes.

Ao chegarem e saírem do evento, os foliões poderão contar com agentes de trânsito e policiais militares em todos os pontos de interdição. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também estará presente com cerca de 50 policiais na margem da João XXIII, com o objetivo de garantir a segurança maior de pedestres, devido o local ser um ponto de maior acesso ao avento.

"A PRF estará desde as 07h da manhã de sábado até as 07h de domingo com cerca de 50 policiais na margem da João XXIII. Nosso objetivo é garantir a maior segurança do pedestre, pois a João XXIII é o maior ponto de acesso ao Corso", disse Tony Carlos, chefe da Delegacia Metropolitana da PRF em Teresina.

Ainda de acordo com Tony, serão montadas diversas barreiras fixas para garantir a utilização da rodovia pelos pedestres e condutores de veículo. A fiscalização também está em alerta quanto ao transporte de pessoas em carroceria, o que não será permitido, assim como pessoas alcoolizadas conduzindo veículos. O não cumprimento da lei, resultará em multa e prisão.

Da Redacao
redacao@cidadeverde.com