Cidadeverde.com

Polícia Militar monta esquema de segurança para o Corso de Teresina

No Acorda Piauí desta sexta-feira (2), o coronel Carlos Augusto, comandante da Polícia Militar, falou sobre o planejamento para a segurança do Corso de Teresina, que acontece neste sábado (3), e das festas carnavalescas do interior do Estado. Ouça a entrevista na íntegra:
 

Vídeo: rainha Manu Amorim ensina a dançar hit do Carnaval

A rainha do Carnaval 2018 de Teresina, Manu Amorim,  gravou uma série de tutoriais exclusivos para a TV Cidade Verde com as coreografias dos hits que prometem embalar o carnaval.

Hoje (02), no Notícia da Manhã, a majestade do Carnaval, que também é acadêmica de Educação Física, ensinou como se dança a música "Que tiro foi esse", da funkeira Jojo Todynho.

Amanhã, durante a transmissão do Corso de Teresina, a TV Cidade Verde exibirá mais vídeos exclusivos de outras coregrafias da rainha Manu Amorim. 

A TV e o Cidadeverde.com irão fazer a cobertura completa do Corso da capital. A transmissão, em tempo real, inicia às 16h. 

Inscrições

Os foliões têm até às 17h desta sexta-feira (02) para inscreverem seu caminhões no Corso. Serão premiados os carros mais animado, criativo, original e estranho. A premiação das quatro categorias soma R$ 40 mil.

Ministério Público vai atuar no Corso chamando atenção para crimes

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) participa amanhã (03), do Corso de Teresina. Membros, servidores e estagiários vão distribuir material educativo e prestar esclarecimentos à população sobre seus direitos nas seguintes áreas de atuação do órgão: meio ambiente, educação, defesa da infância e juventude, combate à violência contra a mulher e direitos do consumidor.

O estande da instituição ficará ao lado do mirante da Ponte Estaiada, na Avenida Raul Lopes, bairro de Fátima, zona leste de Teresina. Entre as campanhas educativas que serão divulgadas aos foliões estão o Linha Verde e Consumo Consciente, encabeçada pelo Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA) e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON. O objetivo é chamar a atenção do cidadão para defesa do meio ambiente, conscientizando os participantes da festa carnavalesca sobre importância da destinação correta do lixo produzido, com o lema “Sou consciente, jogo lixo no lixo”.

Já o Núcleo de Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID), por meio da 5ª e 10ª Promotorias de Justiça, que integram o órgão, levará a mensagem de combate ao assédio e à violência contra a mulher. A campanha “Folião de Respeito” traz o “Manual de como ser um folião de respeito”, e apresenta dicas de como aproveitar o carnaval sem machismo e agressividade. Como parte da iniciativa, serão distribuídos leques com mensagens do manual.

O Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância e da Juventude (CAODIJ) entregará adesivos alertando para a proteção de crianças e adolescentes, contra situações que os coloquem em perigo durante o carnaval. Na semana passada, o órgão auxiliar do Ministério Público lançou dicas sobre a proteção de crianças e adolescentes durante as festividades carnavalescas.

“Isso é Direito Humano” é nome do projeto idealizado pelo Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e Cidadania (CAODEC) em parceria com a 49ª Promotoria de Justiça, e que será levado aos participantes do Corso 2018. A iniciativa aborda temas diversos como: alimentação; moradia; trabalho; saneamento básico; educação; assistência média; liberdade de crença e não crença; igualdade racial; respeito à orientação sexual e à identidade de gênero; entre outros. 


[email protected]

Inscrições para o Corso de Teresina seguem até às 17h desta sexta (02)

Os foliões têm até às 17h desta sexta-feira (02) para inscrever seu caminhão no Corso de Teresina. Serão premiados os carros mais animado, criativo, original e estranho. A premiação das quatro categorias soma R$ 40 mil.

"Esse caminhão mais estranho está quebrando a cabeça dos especialistas. Acredito que alguém vai vir mais animado e mais estranho. Nossos jurados terão o trabalho de escolher essa categoria para ganhar R$ 10 mil", brinca Luís Carlos Martins, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC).

Diferentemente de anos anteriores, antes do início do Corso haverá apresentação de uma banda com músicas tradicionais de Carnaval, além dos paredões de som. 

"Em Teresina há os amantes do som automotivo e por que não participarem? Não podemos excluir as pessoas. Será uma experiência e com certeza nosso desfile vai ficar muito mais bonito", destaca o presidente da FMCMC.


Para se inscrever

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas na sede da FCMC situada na Rua Félix Pacheco, nº 1440. No ato da inscrição, é obrigatória a apresentação da cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista condutor e do RG do responsável, além da documentação do caminhão devidamente regularizado.

Nesta edição, só será permitida a inscrição de carros com ano de fabricação a partir de 1985, além de ficar estabelecida uma meta opcional de 10kg de alimento não perecíveis para cada caminhão.

Graciane Sousa
[email protected]

Corso: Ponte da Primavera será interditada às 6h do sábado (03)

O trânsito na zona Leste será modificado neste sábado (03) quando acontece o Corso de Teresina. Motoristas devem evitar a 'Ponte da Primavera' já no início da manhã, pois os dois sentidos serão interditados às 6h. 

"Os dois sentidos serão bloqueados para que os caminhões possam ser posicionados para o desfile à tarde. A concentração será na cabeceira da ponte", explica Denis Lima, gerente de Operação e Fiscalização da Strans.

A orientação da prefeitura de Teresina é que os foliões evitem ir de transporte próprio para o Corso. Para dar maior comodidade e segurança, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) definiu pontos de táxis e mototáxis próximos à Avenida Raul Lopes. 

Os pontos de táxis e motáxis ficarão situados em locais estratégicos para facilitar o acesso a todas as áreas da cidade. Serão oito pontos: na alça da Ponte JK, no sentido oeste/leste; na alça da Ponte Estaiada no sentido leste, próximo ao Bar Estaleiro; na rotatória da Lojas Pintos; na Avenida Universitária, próximo ao Posto São Raimundo; na Avenida Elias João Tajra; na Avenida Duque de Caxias com a Avenida Petrônio Portela, no sentido norte/sul; e ainda na Avenida Jóquei Clube com a Avenida Ininga.

Algumas vias das zonas Leste e Norte também terão pontos de bloqueio como por exemplo as avenidas Jockey Club, Duque de Caxias, Ininga e Petrônio Portela.

"É importante que as pessoas utilizem o transporte público, o táxi ou o mototáxi para que possamos evitar uma quantidade muito grande de veículos na área, até mesmo porque não há estacionamento suficiente", finaliza Denis Lima.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Corso terá pontos específicos para táxi e mototáxi; veja locais

Para garantir mais segurança para as pessoas que vão para o Corso 2018, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) definiu pontos de táxis e mototáxis próximo à Avenida Raul Lopes, onde será realizada a festa.              

Os pontos de táxis e motáxis ficarão situados em locais estratégicos para facilitar o acesso a todas as áreas da cidade. Serão oito pontos: na alça da Ponte JK, no sentido oeste/leste; na alça da Ponte Estaiada no sentido leste, próximo ao Bar Estaleiro; na rotatória da Lojas Pintos; na Avenida Universitária, próximo ao Posto São Raimundo; na Avenida Elias João Tajra; na Avenida Duque de Caxias com a Avenida Petrônio Portela, no sentido norte/sul; e ainda na Avenida Jóquei Clube com a Avenida Ininga.

De acordo com o gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, os pontos de táxi e mototáxi estarão situados em locais estratégicos para facilitar a saída dos veículos para todas as áreas da cidade. “Estamos orientando as pessoas a optarem pelo o uso de táxi, mototáxi ou transporte coletivo para ir para o evento, pois é mais seguro e evita outros problemas”, acrescenta.

Denis enfatiza que as pessoas devem evitar ir de carro por conta da dificuldade de encontrar estacionamento. “O ideal é usar os serviços de táxi e mototáxi para garantir um retorno para casa com mais tranquilidade”, finaliza.


Da Redação
[email protected] 

Mulheres que sofrerem assédio no Corso poderão denunciar no Observatório da Mulher

Todo ano a história se repete: puxões de cabelo, toques indesejados, beijos forçados e outros atos de violência contra a mulher são registrados durante o período de Carnaval. Com objetivo de coibir qualquer tipo de agressão e assédio contra as foliãs no momento das festas, uma unidade móvel da Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí (CEPM) vai estar na avenida para receber as denúncias.

A instituição retoma uma campanha lançada há dois anos: “O Corpo da Mulher Não é Folia” e a primeira ação acontece no Corso de Teresina, evento que reúne milhares de pessoas em todas as edições.

Durante o Corso, as foliãs poderão denunciar casos de violência no “Observatório da Mulher”, que é uma unidade móvel que prestará atendimento psicológico e social.  A equipe da CEPM e a Comissão de Mulheres da OAB estarão preparadas para fazer o devido atendimento e encaminhar as denúncias para a delegacia de gênero. A ação conta também com a parceria da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM).

“Este ano vamos disponibilizar uma unidade móvel com uma equipe de psicólogas, assistente social e uma equipe da comissão da mulher da OAB, para que, qualquer mulher que passou por algum tipo de agressão, abuso e/ ou assédio, possa se dirigir até o nosso espaço, e lá nós a encaminharemos até a delegacia de gênero”, afirmou a coordenadora de Políticas para Mulheres, Haldaci Regina. 

Além disso, durante os eventos carnavalescos que ocorrem no interior do Piauí, serão entregues materiais de caráter preventivo e informativo.


Da redação
[email protected]

Inscrições para o Corso são prorrogadas até sexta-feira (2)

O Corso de Teresina se aproxima e para atender as demandas da população a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC) prorrogou as inscrições de caminhões até sexta-feira (02), dia que antecede o evento. Os interessados devem se dirigir até a sede da Fundação, das 7h30 às 17h.

"Todos os anos as inscrições acontecem até a véspera do Corso e esse ano tentamos antecipar, mas recebemos ligações pedindo a prorrogação do prazo. Por isso, para atender os foliões, resolvemos prorrogar até sexta-feira", afirmou o presidente da FMC, Luís Carlos Alves.

 No ato da inscrição é preciso portar o documento do veículo, RG e CNH do motorista que vai conduzir o caminhão, além do RG do responsável pela inscrição.

Todos os caminhões deverão ter altura máxima de 4,20 metros. Nesta edição, paredões de som também irão desfilar pela avenida. Logo após acontece o tradicional desfile de caminhões decorados.

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, fica localizada na Rua Félix Pacheco, nº 1440, Centro. As dúvidas podem ser tiradas pelo telefone (86) 3215-7815.

 

Da redação
[email protected] 

Alimentos vendidos no Corso passam por fiscalização

Para garantir um dia de folia com saúde, a alimentação é essencial. Por isso, a Vigilância Sanitária Municipal vai trabalhar para garantir a segurança alimentar durante o Corso de Teresina, por meio da fiscalização de alimentos e bebidas comercializados no evento, que acontece no próximo sábado, 03 de fevereiro.

Dez equipes de fiscais estarão a partir das 8h na Avenida Raul Lopes, onde acontece o Corso, para analisar as condições higiênicas e sanitárias do comércio ambulante de alimentos, bem como propor medidas de controle sanitário no momento da inspeção e apreensões de produtos impróprios para o consumo. “O objetivo é garantir que não sejam vendidos para a população produtos que não respeitem as normas de segurança alimentar”, justifica Jeanine Seba, gerente de Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

O trabalho, no entanto, começa a partir do dia 1º de fevereiro, quando os ambulantes vão começar a se estabelecer no local. “Estamos fazendo este trabalho prévio, passando orientações de como devem ser armazenados os alimentos, como deve ser feito o transporte e quais são as condições higiênicas e sanitárias necessárias para a manipulação desses alimentos”, esclarece a gerente.

Dentre os itens observados, estão a higiene da barraca, o acondicionamento dos alimentos em recipientes próprios e dentro da temperatura exigida por lei, o uso de copos, pratos e talheres descartáveis, validade dos produtos, acondicionamento do lixo e a higiene do manipulador dos alimentos – que deve estar limpo, sem adornos, com os cabelos protegidos e não pode manusear dinheiro.

A Vigilância Sanitária alerta a população para que o consumo de alimentos oriundos de ambulantes seja feita de forma consciente, para não se transformar em risco à saúde. “Observem sempre a apresentação dos alimentos e de seus manipuladores. Alimentos frios devem estar em refrigeração e alimentos quentes em banho-maria. Molhos como maionese, ketchup e mostarda devem ser disponibilizados em sachê e os produtos devem ser servidos em utensílios descartáveis, que devem ser destruídos e jogados no lixo após o uso”, aconselha Jeanine Seba.

Os vendedores ambulantes são liberados para atuar em época de grandes eventos, como o Corso. Para ter sua participação regularizada, eles devem efetuar um cadastro junto à SDU. Além disso, durante o evento, os fiscais da Gevisa percorrem os locais para verificar se todas as exigências estão sendo seguidas corretamente.

 

Da redação
[email protected] 

Corso será monitorado por drones e terá 1200 policiais na segurança

  • d1d85feb-e526-417e-8665-95d070a34ca6.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • cbfc652c-d48c-4c1b-b313-3ca651c41833.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 214230cb-eb8c-4738-a0b0-d545406e8291.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 7357b727-34f3-44de-b700-053ab2d7894f.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 88cdf192-b787-4748-a653-7bfd3cb14be5.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 16dcc0cd-eb98-4354-9112-f417d39bde38.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • untitled.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • f4ed155e-2ce2-4758-b96e-c5d8645a9ed4.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • ec13427c-e5ff-4b7c-a293-076d49c6fd3a.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • e441490b-91ed-4313-aee6-1bad164c6c0b.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 9277925f-14e9-4c42-8325-473d703feb03.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 404c16b4-3271-422a-90b6-0880ac9a874e.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 9fb6c727-3e70-40d1-8a5c-6978f4ffd035.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 7c109d13-5b07-4132-b574-867005c77fc4.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 2e536902-711b-442b-ac1f-b0b6a8a832f1.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 2de4f20a-4f91-42c3-8a5b-8cb8edfef4df.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 1f927808-cd7b-4850-beef-a9b335eb025d.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 1b48f5bd-cf71-490e-9c99-a6826f8c3310.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com

O Corso de Teresina terá segurança ainda mais reforçada este ano. Além de mais de mil agentes da Segurança Pública, o evento contará com drones, 20 plataformas elevadas com policiais identificados com coletes reflexivos e capacetes brancos, além de refletores e câmeras de segurança às margens do rio Poti. Outra novidade é a instalação de um Centro Integrado de Segurança no corredor da folia.

"Os drones vão informar via aérea a localização de qualquer tumulto na avenida. Já plataformas serão semelhantes ao Carnaval de Salvador. Vamos ter ainda cinco pontos de bloqueio no corredor da folia onde será feita uma vistoria prévia nos foliões. Ao todos serão 1.200 agentes da Segurança Pública, além de guardas municipais", disse o coronel Alberto Menezes, coordenador de operações da PM.

Representantes da prefeitura, Corpo de Bombeiros, Ministério Público, Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, estiveram reunidos para explanar como se dará a logística do corso. Em relação ao trânsito, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estará em pontos da avenida João XIII.  

"A PRF vai fechar a rodovia federal nos principais acessos a Raul Lopes para evitar que haja o trânsito de veículos concomitantemente com o de pedestres. Isso será importante para que a população possa brincar o Corso sem acidentes. O bloqueio acontecerá cerca de 2 a 3 horas antes do início do evento. Também vamos fiscalizar a ingestão de bebida alcoólica", disse Danilo Teive, policial rodoviário federal. 

O diretor de Operação e Fiscalização da Strans, coronel Jaime Oliveira, ressalta que, diferentemente de anos anteriores, a avenida Marechal Castelo Branco não será bloqueada.

"A avenida Marechal Castelo Branco estará totalmente livre. Serão bloqueadas a Raul Lopes e as ruas perpendiculares a ela. O bloqueio fisico com containers de aço acontece a partir das 6h da manhã e às 14h só terá acesso ao corredor da folia quem estiver com adesivo", alerta o diretor de Trânsito da Strans. 

O Corpo de Bombeiros contará com uma viatura de combate a incêndio e uma lancha aquática para evitar fuga de algum suspeito pelo rio. 

Proibida entrada de foliões com garrafas de vidro

No corso será proibida a comercialização de bebidas alcoólicas em garrafas de vidro. A fiscalização na entrada será realizada pela PM.

A instalação das barracas dos ambulantes cadastrados na prefeitura começa na quinta-feira (01). Ao todo 416 ambulantes se inscreveram.

"Neste ano não será permitida a instalação das barracas no estacionamento da Ponte Estaiada", alerta Lupercio Medeiros, gerente de fiscalização da SDU Leste.


Graciane Sousa
[email protected]

Posts anteriores