Cidadeverde.com
Diversidade

Ativista do movimento Mães pela Igualdade debaterá "A importância da família para os LGBTS'.

Os versos de Torquato Neto revelam a força magnética do amor materno  acolhedor: “Ser mãe/ é desdobrar fibra por fibra/ Os corações dos filhos”. E para destacar o valor do amor familiar para o bem-estar psicossocial  de  lgbts, a 11ª Semana do Orgulho de Ser, ação realizada pelo Matizes, debaterá dia 28/08 às 10:30,   no auditório da Faculdade Santo Agostinho, o tema “A importância da família para os lgbts” com Eleonora Pereira da Silva, integrante do movimento Mães pela Igualdade.

A debatedora é pernambucana e atua na luta pelo enfrentamento de preconceitos e discriminações homolesbotransfóbicos. A experiência dolorosa de perder o filho José Ricardo, em 2010,  por crime de homofobia aproximou Eleonora Silva do  Mães Pela Igualdade: movimento nacional  e sociopolítico que reúne mães e pais em favor do respeito à diversidade, igualdade e fraternidade e pelo fim da violência contra pessoas lgbts.

“Tenho uma filha hetero e um filho gay. Me orgulho dos dois com a mesma intensidade. Nunca tive problemas com a orientação sexual do meu filho”. Esse depoimento de Graça Cabral, uma das fundadoras do Movimento Mães pela Igualdade, traduz o espírito de que o respeito, diálogo e convivência amorosa são antídotos para vencer discursos  homofóbicos disseminados pela vida social.

A 11ª Semana do Orgulho de Ser acontece de 24 a 30 de agosto em diversos espaços da cidade. O tema da semana é “Arranjos familiares na contemporaneidade: Quem Ama Cuida”.

 

Veja abaixo o  vídeo Novos Arranjos Familiares.

 

 

Por Herbert Medeiros