Cidadeverde.com

O passo a passo para fazer a Carteira de Trabalho Digital

Desde o dia 21 de novembro, o trabalhador brasileiro pode ter as informações de Qualificação Civil e de Contratos de Trabalho - que hoje constam na Carteira de Trabalho - em um aplicativo móbile, desenvolvido a partir de uma parceria entre o Ministério do Trabalho e a Dataprev. 

A Carteira de Trabalho Digital pode ser baixada em qualquer smartphone com sistema operacional Android ou IOS e funciona como uma extensão do documento físico. O objetivo é facilitar a vida dos trabalhadores que podem ter o documento à mão sempre que precisarem fazer uma consulta. Todas as experiências profissionais formais, as atuais e também as anteriores, estão no aplicativo.
 
Também é possível, por essa mesma ferramenta, solicitar a primeira e a segunda via da carteira de trabalho física. A caderneta da Carteira de Trabalho física continua existindo e sendo o documento oficial do trabalhador.

Como baixar

1)  Entre na loja de aplicativos do telefone, procure por “Carteira de Trabalho Digital” e baixe a ferramenta.

2) A próxima tela são informes sobre o documento.

3) Aparecerá uma tela com quatro opções (Entrar, Solicitar 1ª via, Solicitar 2ª via, Perguntas Frequentes). Quem tiver a senha cadastrada no cidadão.br e Sine Fácil, precisará apenas colocar essa senha (será mesma senha para os dois aplicativos). Neste caso, basta clicar em “Entrar”. Quem não tiver senha ainda, precisará criar uma, clicando em “Primeiro Acesso no cidadão.br” ou em “Cadastre-se”.

4) Leia a política de privacidade, para continuar é preciso concordar e aceitar.

5) Em seguida, digite o CPF, a senha e clique novamente em “Entrar”.
 
6) Pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, é possível também solicitar a 1ª e a 2ª via da carteira de Trabalho. As opções aparecem na terceira tela que se abre assim que o aplicativo é instalado. Nesse caso não é necessário passar pela autenticação. Basta clicar na opção desejada, preencher o formulário de pré-cadastro válido por 30 dias, e comparecer a um posto de atendimento para validar as informações e formalizar o pedido do documento.

Promoções movimentam Teresina nesta quinta-feira, pré Black Friday

Teresina está agitada nesta quinta-feira (23) por causa da Black Friday. Várias lojas e supermercados decidiram antecipar as promoções, que em teoria seriam iniciadas somente meia-noite. 

Grandes redes de supermercados iniciaram promoções agressivas desde a manhã de hoje. Whisks da marca Old Par podem ser encontrados por R$ 99,90. Black White, por R$ 29,90. 

Outros itens também estão fazendo a alegria dos consumidores. Colchão inflável para casal, por exemplo, estão sendo vendidos a R$ 39,90. 

Ontem, algumas das maiores lojas de Teresina fizeram promoções relâmpago. Em duas delas, os consumidores compravam os itens "às escuras", sem saber o que era de verdade (pois o produto estava coberto) e pagavam um valor baixíssimo. 

Em vários supermercados e lojas, as filas chegam a dobrar o quarteirão desde as 7 horas da manhã. E nesta sexta-feira, o movimento deve ficar ainda maior.

Os shoppings da capital já anunciaram que não cobrarão estacionamento.

Piauí reduz dependência dos recursos federais

O Piauí é um dos sete estados nordestinos que reduziram a dependência dos recursos federais. 

Na comparação entre os oito primeiros meses de 2017 e 2016, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe apresentaram redução no Índice de Dependência Financeira (IDF), que corresponde à relação entre as transferências da União e a receita corrente líquida. 

Na Bahia, o indicador ficou estagnado. Em Pernambuco, piorou.
 
Apesar da melhoria, o Nordeste continua sendo a região com o maior grau de dependência das transferências federais, uma vez que sua arrecadação auferida significou apenas 63% da receita realizada no período, quando a média nacional é 82%.

Segundo pesquisa elaborada pelo escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), a dependência dos estados do Nordeste das Transferências Federais é reflexo de uma base econômica ainda incipiente na Região, com elevado nível de informalidade nas relações econômicas, gerando, assim, uma modesta arrecadação tributária.
 
O estudo conclui que “as Transferências Federais cumprem um papel ainda vital para o fortalecimento do Nordeste. Contudo, torna-se imprescindível fortalecer as políticas de desenvolvimento regional, com ênfase em estratégias direcionadas para adensar as cadeias produtivas locais, de forma que a Região possa reduzir sua dependência de recursos provenientes da União”.

Governo garante prorrogar prazo de renegociação das dívidas rurais


 
A Bancada do Nordeste, coordenada pelo deputado federal Júlio César (PSD), esteve reunida nesta terça-feira (21), com o presidente Michel Temer (PMDB), no Palácio do Planalto, para tratar da prorrogação do prazo de renegociação das dívidas dos produtores rurais. O prazo atual para aderir aos benefícios da Lei 13.340/16 encerra dia 29 de dezembro. O presidente da República garantiu a prorrogação e aguarda apenas a análise do Ministério da Fazenda, para confirmar definitivamente, o alongamento do prazo para mais doze meses.

De acordo com o deputado Júlio Cesar, a dificuldade do produtor rural negociar com os bancos foi a maior motivação para tratar com o governo Federal da prorrogação dos prazos. “O Banco do Nordeste, Banco do Brasil e Banco da  Amazônia reconheceram dificuldades na operacionalização e  divergências nos  cálculos das dívidas. O próprio presidente Temer reconheceu que atender mais de um milhão de agricultores, para serem enquadrados em um ano não é fácil. Só no Piauí são mais de 120 mil agricultores, tudo isso o motivou a prorrogar esse prazo”, explica.
 
Finor e Finam
Na mesma reunião, os coordenadores das bancadas federais nordestinas propuseram ao presidente Temer a antecipação da prorrogação dos prazos de incentivos fiscais dos fundos de investimentos das regiões Nordeste (Finor) e Norte (Finam) por mais cinco anos.

O prazo dos financiamentos fiscais vence em 2018. Por ser um ano eleitoral, os nordestinos e nortistas querem a antecipação da prorrogação, uma vez que a lei eleitoral, além de outras restrições, proíbe a concessão de benefícios fiscais.

Black Friday em Teresina terá lojas abertas 24h e descontos de 70%

Consumidores ansiosos esperam pelo dia 24 de novembro, data da Black Friday. Em Teresina, as grandes marcas vão colocar na prateleira produtos com desconto de até 70%. Algumas lojas de shoppings já anunciaram que permanecerão abertas por 24h direto na capital piauiense. As lojas do Centro irão manter os descontos também no sábado e o horário de funcionamento das lojas se estenderá até as 18h.

Sites de viagens também não perderam tempo. Pacotes para o Nordeste, cruzeiros, resorts no Rio de Janeiro, São Paulo; passagens aéreas incluídas em pacotes e até passagens de ônibus para destinos como Angra dos Reis (RJ) têm descontos de até 50%.

Pelas pesquisas do SPC e da CNDL, os descontos da Black Friday devem atrair 43% dos consumidores brasileiros. 

Mas é preciso ficar atento à veracidade dos descontos.

Órgãos de defesa do consumidor e sites de reclamações costumam receber aumento de queixas neste período do ano. Entre as principais reclamações estão propaganda enganosa e divergência de valores.
 

Sefaz alerta varejistas quanto à obrigatoriedade da Nota Fiscal Eletrônica a partir de janeiro

Os contribuintes do comércio varejista inscritos no Cadastro de Contribuintes do Estado do Piauí (CAGEP) têm até o final do mês de dezembro para substituírem o programa Emissor de Cupom Fiscal (ECF) pela Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), pois a partir do dia 1º de janeiro de 2018 esses contribuintes estarão obrigados à emissão da NFC-e.

Essa obrigatoriedade não se aplica aos contribuintes cadastrados como Microempreendedor Individual (MEI) e ao contribuinte optante do Simples Nacional enquadrado na categoria Microempresa (ME). 

Dentre as vantagens da emissão da NFC-e para esses contribuintes estão as seguintes: 

- a dispensa de homologação do software e de autorização prévia do equipamento pelo Fisco; 
- o uso de impressora mais barata (não fiscal, térmica ou a laser); 
- a existência de software emissor gratuito; 
- dispensa intervenção técnica autorizada;  
- dispensa de impressão de Redução Z e Leitura X, Mapa Resumo, lacres, revalidação, comunicação de ocorrências, cessação, etc.

Vale destacar que a NFC-e é o documento fiscal destinado a acobertar operações e prestações relativas ao ICMS em venda presencial, venda no varejo e vendas a consumidor final.  Já estão obrigadas à NFC-e às novas inscrições de varejistas nas cidades de Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano, exceto o MEI e a MICROEMPRESA do Simples Nacional.

A Secretaria Estadual da Fazenda ainda ressalta que o contribuinte que tenha adquirido ECF anteriormente à data da sua adequação voluntária, poderá utilizá-lo no mesmo estabelecimento em que esteja emitindo NFC-e, até o prazo de 12 meses contados da data da autorização da primeira NFC-e em ambiente de produção.  

 

Aposentados do INSS começam a receber 2ª parcela do 13º na sexta

Os aposentados e pensionistas em todo o país começam a receber a segunda parte do abono anual, conhecido como 13º, a partir da próxima sexta-feira (24).

O depósito será realizado junto com a folha de pagamentos mensal do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do dia 24 ao dia 7 de dezembro. O pagamento desta segunda parte terá o desconto de Imposto de Renda (IR).

Mais de 29,7 milhões de benefícios receberão a segunda parte do abono anual, o que representa uma injeção extra na economia de pelo menos R$ 20,4 bilhões. 

A primeira parte do 13º salário foi liberada entre os meses de agosto e setembro. Segundo o INSS, o extrato de pagamento pode ser consultado no banco do segurado ou pelo site, na seção Meu INSS.

Sem direito
Os segurados que recebem benefícios Assistenciais (LOAS) não possuem direito ao 13º. 

Concurso Sejus: protesto pede curso de formação com 316 classificados


Os classificados no último concurso para agentes penitenciários do Piauí estão realizando uma série de protestos em Teresina, exigindo que todos os 316 candidatos considerados aptos após a realização das cinco etapas do certame sejam convocados para o curso de formação. Eles também pedem que seja divulgado um cronograma de nomeações. 

"Temos, no Piauí, quase 5 mil presos e somente 600 agentes na ativa. A resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitênciaria estabelece pelo menos 1 agente para cada 5 presos. O governo quer fazer um curso de formação só com 75 candidatos, um número ínfimo, tendo em vista que no dia 17 de outubro o governador decretou estado de emergência do sistema penitenciário do Piauí", reclamou Carlos Eduardo de Sousa, um dos candidatos.

Os candidatos criticam a demora do concurso da Sejus, que teve orçamento aprovado ainda em 2015. "Estamos vendo novos presídios sendo inaugurados, em Altos e Campo Maior, sem recursos humanos para trabalhar. Estão removendo agentes da Casa de Custódia, onde o efetivo já é baixo, para as novas penitenciárias. Há 350 agentes aptos à aposentadoria e seriam necessários, pelo menos, mil para suprir o déficit", enfatiza o candidato.

Cronograma

O concurso para Agentes Penitenciários já finalizou as cinco fases exigidas no edital, mas ainda não há uma previsão oficial de quantos classificados serão chamados para o curso de formação.

À Coluna Economia & Negócios, o secretário da Justiça, Daniel Oliveira, afirmou que o curso de formação começará dia 3 de janeiro e as regras só serão divulgadas em dezembro - tanto a duração do curso, quanto o número de convocados.

O concurso não tem aprovados por causa da limitação imposta pela Lei de Responsabilidade Fiscal, mas desde o início, o governo garantiu que serão chamados pelo menos os 75 primeiros lugares imediatamente. Ainda ficou em aberto a convocação dos demais, ao longo de 2018.

Sine divulga 150 novas vagas de emprego no Piauí

A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), por meio do Sistema Nacional de Emprego no Piauí (Sine-PI), divulgou, nesta terça-feira (21), 150 novas vagas de empregos em diversas áreas para a capital. Os interessados devem procurar os postos de atendimentos do Sine-PI para efetuar o cadastro no sistema de dados.

Para isso, são necessários documentos pessoais do candidato à vaga. Carteira de trabalho, RG, CPF, PIS, comprovante de escolaridade, comprovante de residência, CNH (se possuir) e certificados de cursos de qualificação profissional (se possuir). Após realizado o cadastro, o candidato poderá retirar no Sine-PI uma carta de encaminhamento para a vaga na empresa destinada. Onde, se preencher os requisitos, poderá ser contratado.

Para mais informações os candidatos devem entrar em contato com o número (86) 3221-2940/2941 ou pela linha do trabalhador: 0800 0866060.

Veja as vagas disponíveis:
Analistas de recursos humanos 1 vaga
Arte-finalista 1 vaga
Bodinador-eletricista 1 vaga
Cabista 7 vagas
Churrasqueiro 4 vagas
Colorista 1 vaga
Confeiteiro 1 vaga
Consultor de vendas 1 vaga
Cortador de roupa 1 vaga
Costureiro em Geral 5 vagas
Eletricista 1 vaga
Gerente 1 vaga
Manicure 2 vagas
Monitor de Sistemas Eletrônicos 8 vagas
Motorista vigilante 5 vagas
Montador de Acessórios 1 vaga
Operador de Telemarketing Ativo 80 vagas
Operador Eletrônico 2 vagas
Pizzaiolo 1 vagas
Relações Públicas 6 vagas
Salgadeiro 1 vaga
Técnico de Manutenção Eletrônica 1 vaga
Técnico de Manutenção Eletrônica em equipamentos de informática 2 vagas
Vendedor pracista 4 vagas
Vigilante 10 vagas

O trabalhador que desejar pleitear uma das vagas, deverá comparecer a um dos postos de atendimento do Sine, nos seguintes endereços:
- Teresina - Centro: Av. José dos Santos e Silva, nº 1380, Centro Sul. Horário de atendimentos de 07h30 às 13h30;
- Dirceu Arcoverde: Rua Deputado Antonio Gayoso, Q.84, Dirceu I. Horário de atendimentos de 07h30 às 13h30;
- Parque Piauí: Praça da Integração SN (CSU do Parque Piauí). Horário de atendimentos de 07h30 às 13h30;
- Espaço Cidadania: Shopping Poty - Av. Marechal. C. Branco, nº 911 - 4º andar, Bairro Porenquanto. Horário de atendimentos de 07h30 às 18h.

41% farão bicos para comprar mais presentes de Natal

Pesquisa do SPC Brasil ]mostra que 41% dos brasileiros pretendem fazer bicos ou outras atividades para a geração de renda extra com o objetivo de comprar mais presentes ou presentes melhores, principalmente quem tem entre 18 e 49 anos e as pessoas das classes C, D e E (45%).

Para o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli, além de aumentar o valor disponível para gastar nos presentes e na ceia de Natal, essa estratégia ajuda a fugir do endividamento. 

“Se o consumidor já comprometeu o recurso com outras finalidades, mais um motivo para tentar ampliar a renda. Assim, evita-se fazer novas dívidas que seriam pagas por vários meses ao longo do próximo ano”.

Décimo Terceiro

A pesquisa afirma que cinco em cada dez brasileiros que vão comprar presentes no Natal (49%) pretendem utilizar o 13º nas compras, sendo que 45% pretendem utilizar apenas uma parte e 4% todo o valor.

Há ainda 12% que não pretendem gastar o 13º salário com presentes de Natal. Considerando aqueles que não utilizarão todo o valor do benefício com as compras, 26% têm a intenção de poupá-lo, 25% planejam utilizá-lo para quitar dívidas e organizar a vida financeira e 11% para pagar os impostos de início de ano.

Posts anteriores