Cidadeverde.com

Mais de 40 cidades piauienses reduziram população entre 2018 e 2019

Quarenta e quatro cidades do Piauí registraram queda no número de habitantes entre 2018 e 2019, segundo estimativas apresentadas pelo IBGE.

O menor município do Estado, em termos de população, continua sendo Miguel Leão, que está nessa lista das cidades que reduziram o número de habitantes.

Miguel Leão tinha 1.250 habitantes e agora tem quatro a menos.

A cidade que mais perdeu população em números quantitativos foi Elesbão Veloso. A população caiu de 14.630 para 14.602, portanto, 28 pessoas a menos.

Veja as 5 cidades que mais perderam habitantes (números reais):

- Elesbão Veloso (-28)
- Brejo do Piauí (-27)
- Francisco Ayres (-25)
- São Miguel do Tapuio (-24)
- Sebastião Barros (-19)

 

Aroeiras do Itaim e Regeneração não sofreram alteração na estimativa do número de habitantes. 

População maior

As duas maiores cidades do Estado também foram as que mais ganharam habitantes:

Com 3.403 pessoas a mais, Teresina agora tem 864.845 habitantes. Parnaíba tem agora 153.078 habitantes, 425 a mais que no ano passado.

Apenas 10 municípios piauienses ganharam mais de 100 habitantes:

- Uruçuí (101)
-Esperantina (116)
- Barras (125)
- Luís Correia (134)
- José de Freitas (136)
- São Raimundo Nonato (175)
- Bom Jesus (219)
- Picos (220)
- Parnaíba (425)
- Teresina (3.403)

 

1º a reduzir população 

Em outra recente pesquisa divulgada pelo IBGE foi apontado que o Piauí será o primeiro Estado brasileiro a apresentar redução no total da população. Isso deve acontecer em 2032.