Cidadeverde.com

Começa na 6ª o saque dos R$ 500; confira todas as regras

Foto: Arquivo / Agência Brasil

Começa nesta sexta-feira (13) os pagamentos de até R$ 500 por conta do FGTS. Os primeiros a receber são os trabalhadores que têm conta poupança na Caixa e nasceram em janeiro, fevereiro, março ou abril.

Quem tem mais de uma conta, vai poder sacar até R$ 500 de cada uma delas. 

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas – uma com saldo de R$ 200 e outra com saldo de R$ 1.000, poderá sacar o valor total da primeira (R$ 200) e R$ 500 da segunda. Assim, o total ficará em R$ 700.

Como NÃO receber

O dinheiro vai ser depositado automaticamente. O trabalhador não precisa pedir, mas para não receber é preciso informar ao banco para que o estorno seja feito.

Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

Segundo o banco, 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. 

Próximas datas para quem tem poupança

Os próximos a ter acesso ao saque serão os nascidos em maio, junho, julho e agosto, no dia 27 deste mês. Em seguida, no dia 9 de outubro, recebem os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Para quem não tem poupança

Para aqueles que não têm conta poupança na Caixa, aberta até o dia 24 de julho de 2019, o calendário começa no dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro, e vai até 6 de março de 2020, para os nascidos em dezembro.

Prazo para o saque

Os trabalhadores poderão sacar a partir do dia indicado no calendário para início do pagamento, conforme a data de seu aniversário, até 31 de março de 2020. 

Não haverá direito a essa modalidade de saque nos próximos anos. 

Caso o trabalhador que não tem poupança na Caixa não faça o saque até essa data, o valor retornará automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período.

Como verificar o saldo

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF, do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário.

Outra opção para acompanhar as informações sobre o FGTS é um aplicativo, criado pela Caixa, disponível para download nas lojas App Store e Google Play. Outras informações podem ser acessadas no site criado pelo banco ou pela central de informações: 0800 724 2019.