Cidadeverde.com

Após meses no vermelho, setor de Serviços do Piauí cresce quase 800% a mais que a média nacional

Foto: Pixabay / reprodução gratuita

O volume de serviços no Piauí registrou alta de 7,1% na passagem de junho para julho deste ano. O resultado positivo vem após vários meses consecutivos de queda. Entre maio e junho, por exemplo, a retração havia sido de 5,2%.

O crescimento de 7,1% é mais de 780% superior à média nacional, cuja alta no setor foi de 0,8%. O Piauí teve o 4º maior crescimento do país nesse quesito, atrás apenas do Pará (8,7%), Acre (9,9%) e Tocantins (12,2%).

Apesar do significativo resultado do Piauí, na comparação entre julho deste ano e julho de 2018, houve queda de 3% no volume de serviços. Esse resultado, no entanto, é bem melhor que a comparação entre junho de 2018 e junho de 2019, quando a queda foi de 10,8%

Volume acumulado

De janeiro a julho, o volume de serviços acumula queda de 5,5%, e nos últimos 12 meses, acumula -4,3%.

Receita nominal

A receita gerada pelo setor de serviços cresceu 5,7% em julho, quando comparado a junho. Nos meses anteriores, a receita estava também em queda.

Quando compara-se julho deste ano com julho do ano passado, houve queda de 3,2% nas receitas. Um número também bem melhor do que o observado entre junho de 2018 e junho de 2019, quando a queda foi de 10%.

Receita acumulada

No acumulado de janeiro a maio, a receita do setor registra 4,9% de queda. Nos últimos 12 meses, -2,6%.

A média nacional da receita nominal de Serviços cresceu 1,6% em julho, na comparação com o mês anterior, e 4,7% em relação ao mesmo mês do ano passado.

As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (12), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).