Cidadeverde.com

BNB prevê aplicar R$ 2,5 bilhões com recursos do FNE no Piauí em 2020

Foto: Ascom / BNB

O Banco do Nordeste promoveu na terça-feira (17) um amplo debate com entidades parceiras e representantes dos setores produtivos do Estado para programar a alocação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para 2020. O crédito total pode chegar a R$ 2,5 bilhões.

De acordo com o estabelecido em reunião, a expectativa para divisão dos recursos do FNE deverá contemplar, inicialmente: R$ 660 milhões para agricultura;  R$ 315 milhões para pecuária; R$ 55 milhões para indústria; R$ 55 milhões para agroindústria, R$ 15 milhões para turismo, além de R$ 410 milhões para comércio e serviços. Somente para projetos de infraestrutura no Estado, o BNB deve direcionar mais R$ 1 bilhão.

"Avaliar, de forma participativa, como melhor aplicar nossos recursos, é de suma importância para o Banco do Nordeste. Ressaltamos que, se o Piauí necessitar de mais recursos, o BNB disponibilizará novos recursos para investimentos, para apoiá-los. Temos, como nossa missão, desenvolver a Região Nordeste, ver as pessoas melhorando suas condições de vida, gerando suas próprias rendas. Esse é nosso maior patrimônio, nosso maior lucro", afirmou o diretor de Negócios da instituição, Antônio Rosendo.

O encontro também contou com prestação de contas relativa às contratações efetivadas, pelo BNB, em 2017, 2018 e primeiro semestre deste ano, conduzida pelo superintendente estadual, Expedito Neiva."Em 2018, nossas aplicações tiveram acréscimo de 15% quando comparadas ao exercício anterior. Neste ano, já superamos o montante aplicado em 19%. Almejamos ultrapassar o estabelecido para 2019, para que possamos fazer mais e melhor pela classe produtiva piauiense", enfatizou o gestor.

Além de representantes da Superintendência do Banco do Nordeste no Piauí e diretor de Negócios, participaram do evento, pelo BNB, gestores da rede de agências do Estado, bem como o gerente do Ambiente de Políticas de Desenvolvimento, Irenaldo Rubens Nunes Soares.

O que é o FNE

O FNE é uma conquista regional obtida na Constituição de 1988, que destinou 1,8% do produto da arrecadação dos impostos sobre renda e proventos de qualquer natureza e sobre produtos industrializados para aplicação em programas de financiamento aos setores produtivos da área de atuação da Sudene. O Banco do Nordeste é o gestor do Fundo.

*Matéria originalmente publicada na terça-feira e atualizada às 10h desta quarta-feira.