Cidadeverde.com

Economia Fácil: o passo a passo para fazer sua planilha de orçamento

 

 

Para fazer uma reserva de emergência é preciso poupar mês a mês. Essa, no entanto, não é a realidade da grande maioria dos brasileiros. Muitos acreditam que, por ganhar pouco, não podem economizar, mas a verdade é que quase metade das pessoas do país não sabe o quanto realmente ganha, muito menos o quanto gasta.

Então, antes de acreditar que não dá para economizar, tira as contas da cabeça e coloca no papel.

Para ter consciência do quanto você ganha e gasta é preciso fazer uma tabela de orçamento.

Primeiro, você coloca as receitas, tanto as fixas como as variáveis (salário, comissões, restituição do Imposto de Renda, ganhos extras).

Logo abaixo, você coloca as despesas permanentes que não mudam de valor durante o ano, como a escola dos filhos e o aluguel. Em seguida, você coloca as despesas que são fixas, mas que variam de valor, como água e luz.

Por último, você coloca as despesas esporádicas, como os gastos com lazer, presentes e taxas da escola, por exemplo.

Lembre-se de que alguns gastos surgem apenas uma vez por ano e precisam ser incluídos na tabela também, como o seguro do carro e a compra do material escolar.

Depois que fizer toda essa análise, você poderá cortar as despesas supérfluas para poupar algum dinheiro. Não precisa deixar de fazer o que gosta, basta reorganizar e deixar de gastar com coisas que você nem se dá conta.

Se mesmo anotando tudo, você tiver dificuldades, tente se pagar primeiro, mas comece com pouco, para não desestruturar seu orçamento. Recebeu o salário? Pega 5% e aplica em algum investimento. O restante você gasta com as contas. Com o tempo você se adequa a esse valor e, quando for possível, aumente esse percentual. O importante é ter sempre algo para poupar.

Para quem não tem facilidade em construir tabelas de orçamento, seguem alguns modelos que podem ser baixados gratuitamente da internet:

- Planilha da Bovespa
- Planilha do IDEC
- Planilha do Office

Hoje em dia também existem milhares de aplicativos que podem ajudar nessa questão e eles têm a facilidade de estarem sempre à mão. Então, comprou um café na rua? Para um segundinho e cadastra no aplicativo. Outra vantagem é que eles calculam automaticamente os gastos e fazem gráficos com os grupos de despesas.

 

Seguem abaixo alguns dos aplicativos de orçamentos mais usados atualmente:

 

- Guia Bolso: Um dos mais conhecidos. Permite interação direta com sua conta bancária, como o valor do salário, as despesas realizadas e os extratos do cartão. As atualizações são automáticas.

- Finance: O diferencial é a possibilidade de anexar cupons fiscais e comprovantes de pagamento. É possível também separar as despesas, de uma viagem, por exemplo. Possui alerta de contas a pagar.

- Gerenciador Financeiro: Cria limite de gastos por mês, dia ou um período específico. Sincroniza dados de vários dispositivos e permite ajustar operações. 

- Organizze: A facilidade aqui é palavra de ordem. É ideal para anotar apenas o básico, mas permite anotar lançamentos como pagou ou recebidos, com apenas um clique.

- Minhas finanças: Informa média de gastos semanais, mensais, despesas do final de semana e faz comparações com outros períodos. Pode ser integrado a calendários para ativar lembretes de gastos por e-mail.

- Yupee: Tem a vantagem de poder ser usado também offline e não precisa baixar o aplicativo. Se preferir pode usar apenas o site, com login e senha. Organiza os gastos por grupos e faz gráficos. Tem também a parte do planejamento de sonhos, mas só está disponível para Android.

 

O quadro Economia Fácil é exibido todas as quinta-feiras, no Notícia da Manhã. Veja abaixo os quadros anteriores:

Economia Fácil mostra o quanto cada eletrodoméstico gasta de energia

Economia Fácil mostra situações em que você deve parcelar as compras

Economia Fácil explica rendimentos e demais regras da poupança

Economia Fácil: entenda como funcionam os investimentos nos títulos do Tesouro Direto

Economia Fácil: saiba como calcular seus rendimentos em LCI e LCA

Saque do FGTS pode ajudar a quitar ou negociar dívidas

Economia Fácil: atenção para não cair no cheque especial sem perceber

Economia Fácil explica como vai funcionar a criptomoeda do Facebook

Economia Fácil: como fazer e onde investir a reserva de emergência