Cidadeverde.com

Síndico profissional é carreira em expansão em Teresina; salário chega a mais de R$ 2 mil

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

A profissão de síndico se consolida em Teresina. Se antes quem atuava nessa área eram apenas os moradores que se dedicavam a cuidar e ter mais responsabilidade sobre seu próprio condomínio, na capital piauiense, assim como em todo o Brasil, essa profissão se tornou realidade com ganhos acima de R$ 2 mil, além da isenção da taxa de condomínio na maioria dos casos. 

A complexidade das demandas e a falta de tempo e disposição dos moradores fez surgir essa nova ocupação, de síndico profissional. Ao ser contratado por um valor fixo mensal que é dividido entre os moradores do condomínio, é esperado que o síndico agilize os consertos necessários (para isso é preciso ter uma lista de empresas), organize as contas, coordene os funcionários, planeje as melhorias e possa multar quem desobedecer as regras, sem ficar um clima chato entre os vizinhos.

Com tantas atribuições, a necessidade de investir em capacitação é latente. Em Teresina, já existem cursos em administradoras de condomínios, que dão os caminhos necessários e, nos dias 4 e 5 de outubro, será realizado um workshop de síndicos e administradoras de condomínios, com 13 palestrantes de referência nacional, no Gran Hotel Arrey. O encontro é direcionado também para conselheiros, moradores e profissionais liberais como advogados, contadores, engenheiros e arquitetos. Na pauta, haverá temas como mediação e conflitos, portarias remotas, transição de síndicos e sustentabilidade nos condomínios.

As inscrições podem ser feitas através pela internet, em três categorias: profissional, síndico e estudante. Mais informações pelos telefones (86)3303-3003/99936-4141.