Cidadeverde.com

Veja o passo a passo para aderir ao saque-aniversário do FGTS

Os trabalhadores podem optar pelo saque-aniversário através do site do FGTS (fgts.caixa.gov.br), pelo aplicativo do FGTS, pelo número 0800 724 2019 e também nas agências da Caixa.  Uma novidade que o banco anunciou é que até o dia 31 de dezembro, o trabalhador pode optar pelo saque-aniversário e trocar para o saque-rescisão quantas vezes quiser, sem o prazo de dois anos de carência. 

Mas, a partir de 1º de janeiro, se tiver com a opção do saque-aniversário e mudar de ideia, é preciso cumprir uma carência de dois anos no programa atual: ou seja, caso fique desempregado neste período, não é possível mexer em seu FGTS. O trabalhador ficará recebendo os valores anualmente até zerar o saldo.

Veja agora o passo a passo para optar pelo saque-aniversário:

1) Ao entrar no site do FGTS, o trabalhador têm a opção de consultar o quanto vai receber de saque-imediato do FGTS ou então ir para a modalidade de saque-aniversário.

 

2) Ao clicar em “saque-aniversário” o trabalhador será direcionado para uma tela onde é preciso colocar seu CPF e uma senha. 

Caso não tenha, você terá que criar uma e para criar essa senha, você tem que saber o número do NIT ou do PIs, que está na carteira de trabalho e no Cartão Cidadão.

3) Ao entrar no sistema, haverá a informação de qual é o sistema de saque que o trabalhador se encontra.

Quando você entra pela primeira vez, você está no saque-rescisão ainda.  Para aderir à nova modalidade, basta clicar em “saque-aniversário”.

4) Depois disso, aparece para o trabalhador escolher que dia vai receber: 1º do mês do aniversário ou no dia 10 do mês seguinte.

A Caixa explicou que quem optar pelo dia 10 do mês seguinte vai receber o valor corrigido. 

Um detalhe: essa questão da data só vai valer para 2021, porque em 2020, os saques seguirão um calendário específico que só começa em abril, quando o prazo para o saque imediato tiver acabado.

5) Depois o trabalhador escolhe em qual conta quer receber o dinheiro. Pode ser pela Caixa ou por outro banco, em uma conta-corrente de sua titularidade. 

6) Ao clicar em “salvar”, a Caixa abre uma janela com o regulamento do saque-aniversário, em que há todas as regras. 

É recomendado que o trabalhador leia com atenção e confirme para concluir a adesão ao novo sistema.

Problemas no sistema

Algumas pessoas que não têm conta na Caixa não estão conseguindo aderir ao saque-aniversário pelo aplicativo do FGTS. Mas, segundo a assessoria do banco, toda e qualquer pessoa que tenha saldo do FGTS pode aderir ao saque-aniversário, independente de ter conta na Caixa.

Outro problema que está aparecendo é com as pessoas que tiveram alguma alteração no nome, como por exemplo, quem muda o nome quando se casa e têm o nome de solteiro no cadastro do FGTS. Essas pessoas devem se dirigir a uma agência da Caixa para solucionar o problema.  

Clique aqui para saber mais sobre o FGTS.