Cidadeverde.com

Juros mais baixos devem impulsionar venda de imóveis em Teresina

Foto: Pixabay / reprodução gratuita

Impulsionado pela redução da taxa Selic – atualmente em 5,5% ao ano – o corte nos juros de crédito imobiliário foram anunciados recentemente pelos bancos. Um exemplo é a Caixa Econômica Federal, que divulgou que a menor taxa de juros cobrada pela instituição financeira passará de 8,5% mais a Taxa Referencial (TR) para 7,5% mais a TR. 

O novo cálculo de juros do financiamento imobiliário da Caixa também é outra mudança que pode impulsionar o mercado. Alguns imóveis já estão sendo entregues dentro da nova linha de crédito imobiliário com custo indexado ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Nesta nova linha de crédito, o reajuste do valor das prestações da casa própria tem como base a inflação oficial. 

De acordo com Rafael Menin, presidente de uma construtora que opera em Teresina, esta é mais uma opção que o consumidor tem na hora de escolher o financiamento da casa própria, além das já existentes. “Acredito que com isso o mercado seja impulsionado, podendo passar do patamar de 600 mil imóveis por ano para mais de um milhão de imóveis lançados”, pontua o executivo. 

Estas medidas já estão refletindo em mudanças positivas no mercado imobiliário e na construção civil, que vêm apostando em lançamentos e já estão identificando aumento na venda de casas e apartamentos.