Cidadeverde.com

AIP muda de nome e agora se torna Centro de indústrias do Piauí (CEIPI)

Foto: Ascom Ciepi

 

A Associação Industrial do Piauí mudou de nome. A partir de agora, a entidade passa a ser Centro de Indústrias do Estado do Piauí (CEIPI). A mudança também passará pela definição de novos objetivos para fortalecimento do setor industrial do Estado. O presidente do CEIPI, Andrade Júnior, recebeu o ofício diretamente das mãos do advogado Marcos Cardoso. A decisão foi tomada para que as empresas no setor produtivo do Piauí possam terem maiores alcances em seus negócios.

Como AIP, a entidade já tinha 40 anos de história.

"Estamos determinados a construir um complexo empresarial onde era a nossa sede da AIP, e que vamos colocar no mercado à venda, são salas comerciais que se pode adquirir como meio andar, uma laje inteira, o que for; mas a prioridade imediata é para o associado que pode adquirir. Hoje mesmo, nós tivemos nove intenções de compra em apenas um dia”, informa o presidente.

Na reunião foram discutidas diversas pautas como a conjuntura econômica do país, dados do PIB e de Institutos que divulgam perspectivas importantes do cenário empresarial, além da criação do “Conselhão”, Conselho Municipal das Cidades, que seria a última instância de poder do município para todas as questões urbanísticas e ecológicas. O presidente informou a decisão de escolha de dois conselheiros que devem representar o Centro no Conselho Municipal das Cidades.

“Tivemos hoje que escolher através de uma ação muito forte nossa dentro das audiências públicas do PDOT (Plano Diretor de Ordenamento territorial) do município de Teresina. Foi criado no PDOT, um conselho muito importante que é o Conselho das Cidades, esse conselho vai ser, eu diria, a última instância de poder do município para todas as questões urbanísticas, ecológicas, tudo que for envolvendo a cidade vai passar por esse conselho, e nós no CEIPI vamos ter acento nele. Já definidos quem são os nosso conselheiros o titular e o suplente, Elano Sampaio e Gilberto Pedrosa, respectivamente”, ressalta o presidente.