Cidadeverde.com

Rotativo do cartão de crédito fica ainda mais caro

Foto: Roberta Aline / Cidadeverde.com


O rotativo do cartão de crédito ficou ainda mais alto em outubro. A taxa média dos juros dessa modalidade subiu 9,4 pontos, chegando a 317,2% ao ano.

O cliente que paga pelo menos o mínimo da fatura do cartão em dia paga, em média, 285,4% de juros ao ano. Esse percentual caiu 4,8 pontos percentuais. 

Na outra ponta, a taxa cobrada dos clientes que não pagaram ou atrasaram o pagamento mínimo da fatura (rotativo não regular) os juros subiram 18,5 pontos percentuais, indo para 338% ao ano.

As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (27), pelo Banco Central. 

Clique aqui para entender sobre o rotativo do cartão de crédito.

Cheque especial

A taxa de juros do cheque especial caiu 1,7 ponto percentual em outubro, comparada a agosto, e chegou a 305,9% ao ano.

Apesar de estar menor, a taxa do cheque especial está entre as modalidades de crédito mais caras para as famílias e a recomendação é que só seja usado em situações emergenciais.

Clique aqui para entender sobre o cheque especial.

Crédito pessoal

A taxa de juros do crédito pessoal não consignado caiu para 99,1% ao ano em outubro, com recuo de 13,8 pontos percentuais em relação a setembro. 

A taxa do crédito consignado (com desconto em folha de pagamento) recuou 0,5 ponto percentual, indo para 20,9% ao ano no mês passado.

De acordo com o BC, a taxa média de juros para pessoa física caiu 1,6 ponto percentual em outubro, chegando a 49,7% ao ano. A taxa média das empresas ficou em 17,6% ao ano, queda de 0,2 ponto percentual.