Cidadeverde.com

Banco Central reduz a taxa básica de juros pela 4ª vez seguida

Foto: Pixabay / reprodução gratuita

Cumprindo as expectativas do mercado financeiro, o Banco central cortou, pela quarta vez consecutiva, a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic.

O corte foi de 0,5 ponto percentual, baixando a Selic de 5% para 4,5% ao ano, permanecendo com o status de menor patamar da história.

O Copom, em seu comunicado, indicou que será cauteloso e deverá manter os juros básicos em 4,5% ao ano por um longo período, sempre avaliando as condições da economia.

O BC reiterou a necessidade de continuidade nas reformas estruturais da economia brasileira para que os juros permaneçam em níveis baixos por longo tempo.

No boletim semanal do mercado, há a previsão de que a Selic ainda caia mais 0,25 ponto percentual, mas somente por um período curto em 2020.

Histórico

De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. 

Em outubro de 2016, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em março de 2018, só voltando a ser reduzida em julho deste ano.