Cidadeverde.com

Economia Fácil explica por que não se deve deixar a dívida prescrever

 

Mais de 40% dos consumidores brasileiros estão com o CPF negativado. São 63 milhões de pessoas com o nome sujo na praça. E para facilitar um acordo para a quitação desses débitos, o SPC Brasil iniciou um leilão de renegociação completamente virtual.

Mas tem que correr porque a campanha vai só até o dia 15 de dezembro, que é este domingo. Você pode renegociar suas dívidas pela internet, sem precisar sair de casa, com condições facilitadas.

Para participar, basta se cadastrar no site do SPC - spcbrasil.org.br - e verificar se a empresa para a qual você está devendo aderiu à campanha.  Mesmo que você não consiga negociar agora, é muito bom que você se organize para sair do vermelho.

Muita gente pensa que é melhor deixar a dívida prescrever do que tentar um acordo, já que existe um mito de que a dívida "some" em cinco anos. Mas na realidade não é bem assim. É verdade que o nome volta a ficar limpo e a dívida não pode mais ser cobrada na justiça após esses cinco anos. Porém, a vida financeira continua muito complicada.

Tudo acontece por causa do score, que é a pontuação calculada pelas casas de crédito e que mede o grau de inadimplência do consumidor.  Esse score vai de zero a mil. Quanto maior, mais pontual a pessoa é com seus compromissos financeiros.

E quando a pessoa deixa de pagar uma dívida, mesmo que a dívida prescreva, ela tem o score rebaixado por ser considerada mau pagadora.

Com o score baixo, fica mais difícil você conseguir crédito, ou, quando você consegue, os juros são bem mais altos.

Dificuldade de crédito não é só pedir dinheiro emprestado no banco ou financiar uma casa, não. Você também vai ter problemas para contratar um cartão de crédito, alugar um imóvel ou até mesmo fazer um crediário numa loja.

Além disso, enfrentar cinco anos de cobrança diária até que a dívida prescreva não é nada agradável e você ainda corre o risco de perder alguns bens, como casa e carro, porque o credor pode entrar com ação na justiça exigindo o pagamento e a justiça pode determinar o bloqueio de bens que são levados a leilão para quitar a dívida.

Percebeu como é sempre melhor negociar? Mas, antes de tentar um acordo, tenha a certeza do quanto você poderá pagar por mês e não saia desse limite. Até porque, se você não conseguir pagar, vai ser mais difícil renegociar depois.

Faça as contas e tenta negociar sua dívida para começar 2020 com as contas em dia.

O quadro Economia Fácil é exibido todas as quinta-feiras, no Notícia da Manhã. Veja abaixo os quadros das últimas semanas:

Economia Fácil explica quais as vantagens da conta-corrente gratuita

Economia Fácil explica as regras do crédito rotativo do cartão

Economia fácil: veja como investir ajuda a controlar a inflação

Economia Fácil dá dicas de como economizar na compra de material escolar

Economia Fácil: as dicas para não cair nas armadilhas da Black Friday

Economia Fácil traz dicas para não se endividar na compra dos presentes