Cidadeverde.com

Economia Fácil traz dicas sobre como financiar o próprio negócio

 

Quando se pensa em abrir um negócio, uma das peças-chave é, logicamente, o dinheiro. Se você definiu sua ideia de negócio, avaliou o mercado e está confiante, o próximo passo é decidir de onde vem o dinheiro para bancar a estrutura que você precisa.

Antes de buscar financiamento, procure analisar a real necessidade e garantir meios para o pagamento no futuro. É importante que você comece o mais simples possível, com o menor custo. Todo empreendimento tem riscos e todo empreendedor comete erros, principalmente no começo. E quanto mais dinheiro você toma emprestado, mais caro irão sair esses erros iniciais.

O ideal é que você se planeje para investir e para ter capital suficiente para se manter nos dois primeiros anos, mas isso é muito distante da realidade da maioria dos brasileiros que pretende empreender.  Se não há outra opção, vale a pena pedir dinheiro emprestado, mas saiba que isso aumenta os riscos do negócio não dar certo porque ele já começa com uma despesa a mais: a parcela do financiamento.

Antes de ir ao banco, vá a um contador. Ele vai te dizer o que é preciso fazer para ter uma ideia mais real da quantia que você irá precisar.  Quanto mais específico e completo for o seu plano de negócios, mais fácil você consegue um empréstimo bancário, mas quanto maior o risco do negócio, maior a taxa de juros que será cobrada.

Existem linhas para vários tipos de empréstimo, desde as destinadas à reformas, até à compra de equipamentos e também as que são específicas para capital de giro. Sobre a escolha do melhor banco, as dicas são as seguintes:

- você deve pesquisar em vários bancos, porque as taxas cobradas são diferentes.

- não despreze os bancos locais, porque eles, geralmente, tem linhas de crédito de incentivo ao empreendedorismo bem mais atrativas para micro e pequenas empresas.

- sempre tente financiamento como pessoa jurídica. Nunca pegue empréstimo como pessoa física para financiar seu negócio porque os juros são mais altos e os prazos são mais apertados para pagar.

Outra coisa, você vai precisar de um avalista. E, se o empréstimo for de um valor alto, como R$ 100 mil, por exemplo, o banco vai pedir um imóvel como garantia.

Em resumo: não é tão difícil conseguir financiamento para começar um negócio. Você só precisa mostrar ao banco que fez o dever de casa direitinho, que tem um plano de negócios. Mas, pedir dinheiro emprestado torna tudo mais arriscado.  Isso porém, não é o que vai quebrar seu negócio. O que pode realmente acabar com o seu sonho é, principalmente, não ter ideias claras e não saber gerenciar.