Cidadeverde.com

Economia Fácil: 4 motivos para não deixar o IR para última hora

 

Já estão disponíveis, no site da Receita Federal, os programas para o preenchimento das declarações de Imposto de Renda. É hora de juntar as informações necessárias! Apesar de você só poder enviar sua declaração do IR a partir do dia 2 de março e ter até o dia 30 de abril para cumprir com essa obrigação, não é bom deixar para última hora. Veja quatro bons motivos para declarar o mais rápido possível:

1 - Risco de erros e esquecimentos

A pressa é inimiga da perfeição e qualquer centavo a menos pode levar você a cair na malha fina. 
Às vezes acontece de você esquecer algumas coisas que não eram rotina. Por exemplo, que seu dependente trabalhou ou estagiou, de forma remunerada, por um ou dois meses no ano passado. Esse dinheiro que seu filho ou filha recebeu, tem que ser informado.

2 - Risco de imprevistos

Você precisa levantar uma série de informações e comprovantes. Quando você deixa para a última hora, pode não conseguir esses documentos necessários a tempo. Aqui podemos citar: contrato ou escrituras de compra e venda de imóveis, notas fiscais da escola, notas de centros médicos e etc. Esses papéis podem demorar a serem liberados. Outro imprevisto que pode acontecer é a rede estar congestionada nos últimos dias do prazo e você acabar não conseguindo enviar sua declaração a tempo

3 - A restituição vem antes

A análise das declarações é feita por ordem de entrega. Quem declara por último, recebe por último. E essa restituição é corrigida apenas pela Selic, que atualmente está muito baixa, em 4,25%. Então, não vale a pena esperar para receber esse dinheiro só no final do ano. 

4 - Risco de multa

Perder o prazo significa pagar multa. O valor é de, no mínimo, R$ 165,74, e vai até o limite de 20% do imposto devido. E, além do prejuízo no bolso, você ainda fica com o CPF restrito e não vai poder pedir empréstimo, tirar passaporte, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóveis e até prestar concurso público sem regularizar a situação.
 
Comece hoje mesmo a separar seus comprovantes e se organizar para enviar essa declaração assim que abrir o prazo. 

 

O quadro Economia Fácil é exibido todas as quinta-feiras, no Notícia da Manhã. Veja abaixo os quadros das últimas semanas:

Economia Fácil: os 5 erros mais comuns na hora de começar um negócio

Economia Fácil: os prós e os contras de abrir uma franquia

Economia Fácil explica como funciona o Cadastro Positivo

Economia Fácil: é melhor pagar o IPVA à vista ou parcelado?

Economia Fácil: a renda fixa não rende mais como antes

Economia Fácil explica o que são dos Fundos Imobiliários

Economia Fácil: como o dólar afeta o bolso do consumidor brasileiro