Cidadeverde.com

Economia Fácil: como usar o FGTS para comprar um imóvel

Hoje o assunto é como e quando você pode usar o dinheiro do seu FGTS para comprar um imóvel ou ajudar a amenizar o financiamento que você já tem. É tudo bem simples.

Primeiro, você tem que ter ao menos três anos de carteira assinada, mesmo que seja assinada por empresas diferentes. Se você tem, o próximo passo verificar o seu saldo de FGTS, o que pode ser feito até pelo aplicativo, nem precisa ir a uma agência da Caixa.

Bom, para adquirir um imóvel, esse valor que tem na sua conta do FGTS pode ser usado de três formas:

1 - para construir ou comprar um imóvel

Você que sonha em comprar a casa própria, seja ela já pronta ou ainda por construir, pode usar o FGTS para cobrir parte do valor ou o até o valor total.

Tudo vai depender do seu saldo. Se quer uma casa de R$ 200 mil e tem R$ 200 mil na sua conta do FGTS, você tem o suficiente e, portanto, não precisará pagar a diferença. Se você tem menos, pode dar seu saldo como entrada e completar o valor por fora ou financiar.

2 - para amortizar ou liquidar o saldo devedor

Quem já comprou uma casa financiada pode usar o FGTS para reduzir o saldo devedor. Você pode pedir para usar todo o dinheiro do FGTS ou apenas uma parte dele. Assim, você vai pagar menos juros e vai conseguir pagar o imóvel mais rápido.

3 - para pagar as prestações

Vamos supor que você fez um financiamento e a parcela ficou mil reais. Você pode usar o seu FGTS paga pagar até 80% do valor de cada parcela durante um ano. Ou seja, por mês, ao invés de pagar R$ 1 mil, vai pagar só R$ 200. Quando terminar o ano, você pode solicitar esse mesmo processo novamente.

Mas tem um detalhe importante. Nesses casos, você só pode usar seu FGTS se você não tiver outro imóvel no seu nome e se for o titular do financiamento.

Além disso, aqui no Piauí, esse imóvel não pode passar de R$ 650 mil e tem que ser destinado para moradia. Ou seja, você não pode comprar um ponto comercial com seu FGTS.

O quadro Economia Fácil é exibido todas as quinta-feiras, no Notícia da Manhã. Veja abaixo os quadros das últimas semanas:

Economia Fácil: os prós e os contras de abrir uma franquia

Economia Fácil explica como funciona o Cadastro Positivo

Economia Fácil: é melhor pagar o IPVA à vista ou parcelado?

Economia Fácil: a renda fixa não rende mais como antes

Economia Fácil explica o que são dos Fundos Imobiliários

Economia Fácil: como o dólar afeta o bolso do consumidor brasileiro

Economia Fácil: acaba neste mês o prazo para o saque-imediato do FGTS