Cidadeverde.com

Analistas do Banco Central querem fazer pesquisa com lojistas de Teresina

Foto: Ascom / CDL

Com o propósito de avaliar a atuação do Banco Central em Teresina, na prestação dos serviços de custódia de numerário relacionados à qualidade e quantidade das cédulas e moedas disponibilizadas para troco e a incidência de cédulas suspeitas de ilegitimidade, os analistas do Banco Central do Brasil, Hélio Pires Teixeira e Lucailo Elmiro, estiveram reunidos com o superintendente da CDL Teresina, Ulysses Moraes.

Na oportunidade, o superintendente falou sobre a importância desse serviço para a população e principalmente, para os lojistas. “Vamos enviar para todos os nossos associados a pesquisa sobre quantidade das cédulas e moedas disponibilizadas para troco que o Banco Central nos passou e retornaremos a eles, assim terão dados para acompanhar como anda essa questão no varejo teresinense”, disse Ulysses.

Durante o encontro, foi discutido amplamente a disponibilidade do serviço de atendimento ao público, independentemente de serem correntistas, ou não, do Banco do Brasil, para os procedimentos de troca de cédulas e moedas divisionárias (facilitadoras de troco) para pessoas físicas. Hélio Pires esclareceu que a agência localizada da Rua David Caldas, disponibiliza o serviço para troca imediata de 100 unidades do valor a ser trocado, por exemplo: 100 unidades de 1 real.  

Ainda na oportunidade, o analista Lucailo Elmiro ressaltou a importância da população conhecer a cédula original. “No site do Banco Central a pessoa pode conhecer mais sobre cada cédula e seus principais elementos de segurança, como por exemplo: nas cédulas da segunda família do real, verifique a marca-d'água, o número escondido, a faixa holográfica (nas notas de 50 e 100 reais) e o número que muda de cor (nas notas de 10 e 20 reais) e também o alto-relevo”, explicou.

O lojista que se interessa em fazer parte da pesquisa, pode solicitar através do número 86 3221-6969 ou pelo email [email protected]