Cidadeverde.com

Cunha: Dilma não pode ficar contra a base e vetar terceirização

Foto: Uol

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), considera que a presidente Dilma (PT) tem que ter cautela na hora de vetar o projeto de lei que regulamenta a terceirização. Ele segere que ela siga a posição dos partidos que sustentam sua base aliada, não a do PT. Cunha argumenta que todos os outros partidos da base votaram pelo projeto e defende que Dilma não pode ir contra a maioria. 

“A presidente da República tem de ter a cautela, é um direito dela ter opinião e sempre terá o direito de vetar qualquer proposta, embora a última palavra seja do Congresso, que vai apreciar o seu veto”, acrescenta Cunha. Na última semana, a presidenta Dilma Rousseff disse que o governo reconhece a importância do projeto que regulamenta a terceirização, mas avaliou que a proposta deve ser discutida com equilíbrio e não pode significar a perda de direitos trabalhistas e de arrecadação.