Cidadeverde.com

O lado bom da alta do dólar: passagens 75% mais baratas para os EUA

Com o dólar em alta, a saída para que as companhias aéreas continuem mantendo os voos é baixar os preços das passagens. E isso já está acontecendo - promoções de até 75% nas maiores empresas aéreas são vistas como o lado positivo do atual valor do dólar. Basta dar uma rápida olhada nos sites das companhias para encontrar passagens para os Estados Unidos por menos de R$ 800. Essas viagens ficam ainda mais baratas quando o voo sai de São Paulo. Um exemplo é que de São Paulo para Orlando há tíquetes por R$ 500. O trecho custava mais de R$ 2 mil no ano passado. Para Nova Iorque, as passagens podem ser encontradas por R$ 600 saindo de Sampa e, em 2014, o valor médio era de R$ 2.400.

As agências de viagens registram queda de 30% na procura para o destino, mas se mostram confiantes nos descontos dados pelas empresas aéreas. Essa é uma das alternativas para que elas não cancelem os voos, já que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) prevê que as companhias podem deixar de operar rotas por motivos comerciais. Basta informar o órgão com antecedência e garantir que todos os clientes que já tenham comprado passagem sejam atendidos. Porém, as três companhias brasileiras que voam para os Estados Unidos, Gol, TAM e Azul, informam que não planejam deixar de fazer a rota.