Cidadeverde.com

Inflação: Preço do tomate e da cebola cresce quase 30% em Teresina

A inflação de Teresina registrou alta de 0,74% no mês de maio em relação ao mês anterior e teve como principais vilões os produtos do gênero alimentício, que aumentaram em 1,65%. Os produtos que mais inflacionaram, segundo a Fundação Cepro, foram as verduras, as hortaliças, as frutas e a carne bovina. O maior destaque foi para o aumento do preço da cebola e do tomate. O primeiro item ficou 27,03% mais caro e o segundo 28,54% mais pesado no bolso do consumidor.

“A alimentação teve uma alta surpreendente no ultimo mês, e isso afetou ainda mais a inflação por ser o segmento de maio peso na estrutura do consumidor. No caso da cebola e do tomate a alta foi tamanha que, mesmo a queda no valor de algumas frutas como a laranja, o abacaxi e o melão, não foi suficiente para equilibrar a inflação no mês de maio”

-Elias Alves Barbosa, estatístico e diretor da pesquisa na Cepro.

Com relação às carnes, o aumento vem acontecendo desde o início do ano e, em maio, cresceram o valor em 2,17%. O acumulado dos últimos 12 meses chega a 22,37%. O pesquisador orienta que uma boa estratégia é optar por frango e peixe de água doce, que tiveram pequenas quedas no preço.