Cidadeverde.com

Cresce nº de pessoas que devolvem imóveis na planta por falta de dinheiro

30% - este foi o pecentual de aumento das devoluções de imóveis comprados na planta. Com dificuldades econômicas, as famílias estão desistindo do sonho da casa própria, ao perceberem que a parcela não cabe no orçamento. Por causa da inflação, algumas parcelas estão subindo, além disso, os financiamentos bancários estão mais caros e os juros também subiram. Segundo a Associação Nacional dos Mutuários, mais de 6 mil contratos foram desfeitos no primeiro semestre deste ano e, em 70% dos casos, o motivo do distrato foi a falta de dinheiro para as prestações e as parcelas intermediárias - os chamados balões ou intercadaladas. 

Como proceder

Os advogados alertam, entretanto, que na hora de devolver o imóvel é preciso ficar atento: o consumidor tem direito a receber de volta entre 85% e 90% do que foi pago até o momento e deve pedir a suspensão do pagameno das parcelas antes de assinar a rescisão. A construtora também não pode cobrar multa sobre o valor total do imóvel, somente sobre o valor pago até o pedido de desistência. Esse percentual tem que estar definido no contrato assinado no ato da compra.