Cidadeverde.com

Compras por impulso: mulheres e jovens são as maiores "vítimas"

O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) divulgaram estudo que mostra que 33,2% das compras feitas sem planejamento acontecem no supermercado. Levando em conta apenas as 5 últimas compras de supermercado, 43% foram feitas por impulso, segundo os entrevistados. E esse índice é maior entre:

- as mulheres (46,4%)
- as pessoas mais jovens (51,2%)
- aos que pertencem às classes C, D e E (44,6%)

As vantagens ofertadas nos supermercados, como as promoções, são o maior motivo, de acordo com a pesquisa - as pessoas compram pela necessidade de aproveitar tudo na hora.

- 30,4% dos entrevistados acreditam que compraram porque o preço estava muito bom;
- 20,3% compraram porque ao verem o produto quiseram usar na hora.

A pesquisa revelou que 84,1% compraram por causa das promoções e disseram ter a sensação de estarem fazendo um bom negócio, seja no supermercado ou no shopping. Já 55,4% reconheceram se deixar levar pelo que outros familiares pensam sobre a compra.