Cidadeverde.com

Governo vai suspender concursos públicos e adiar reajuste de servidores

Os concursos públicos serão suspensos! Essa é uma das 9 medidas de corte anunciadas pelo governo, no final da tarde desta segunda-feira (14). As outras medidas são: 

1) Adiamento do reajuste de salário do funcionalismo de janeiro para agosto de 2016;
2) Corte da verba que garantia preços mínimos na agricultura;
3) Eliminação do abono de permanência (acréscimo no salário, que o servidor recebe para não se aposentar);
4) Corte de salários dos servidores que recebem acima do teto;
5) Redução de gastos com aluguéis, manutenção, passagens aéreas e diárias;
6) Uso de mais dinheiro do FGTS para bancar o Minha Casa, Minha Vida;
7) Direcionamento de emendas parlamentares obrigatórias para o PAC;
8) Uso do dinheiro das emendas parlamentares para cumprir os gastos obrigatórios na Saúde.

A maioria delas ainda precisa passar pelo Congresso. Ainda há esperanças que o governo corte também cargos comissionados e reduza os gastos dos 39 ministérios. Mas, até lá, o que se sabe é que serão aumentados os impostos. A volta da CPMF - o imposto do cheque - que já estava descartada, agora é praticamente certa, e o governo também quer aumentar o Imposto de Renda da pessoa física nos casos de ganho de capital, como na venda de um imóvel. Atualmente, a tributação é de 15%. Agora vai ficar assim: negócios até R$ 1 milhão – 15%; e as alíquotas vão subindo de acordo com a transação até chegar a 30%. Com isso, o governo quer arrecadar mais R$ 1,8 bilhão.