Cidadeverde.com

Sefaz cancela 1.600 cadastros e empresas podem perder mercadorias

A Secretaria da Fazenda do Piauí cancelou as inscrições de aproximadamente 1.600 empresas no Cadastro de Contribuintes do Estado (Cagep). Com a medida, as empresas estão sujeitas à apreensão de mercadorias e documentos fiscais e proibidas de fechar contratos com o governo. O cancelamento do cadastro também torna esses negócios inidônios, impedindo a retirada de empréstimos consignados em documentos fiscais emitidos por essas empresas. A lista com o nome das empresas retiradas do Cagep está publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (6).

De acordo com a Sefaz, o cancelamento do cadastro pode ocorrer por prova de infração, fraude, simulação ou irregularidade que constitua crime de sonegação fiscal. O procedimento também é realizado em caso de falência declarada ou irregularidade na documentação - como não exercer as atividades no endereço indicado.