Cidadeverde.com

Após pegar ônibus, Firmino garante climatização sem aumentar tarifa

 

Após utilizar o transporte público para chegar ao trabalho nesta segunda-feira (9), o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) afirmou que a climatização dos ônibus não terá impacto na tarifa, que atualmente é R$ 2,50. "A climatização já está dentro do novo modelo que estamos implantando, que tem a linha radial dividida em linhas troncais. Isso quer dizer que haverá uma racionalização do sistema, permitindo maior eficiência e, portanto, a redução dos custos para bancar melhorias, como, por exemplo, a climatização. Sendo feita dessa maneira, não haverá aumento da tarifa", esclareceu o gestor municipal. O primeiro terminal de integração deve ser entregue à população em janeiro, com as linhas troncais e ar-condicionado, garante o prefeito.

Na semana passada, a diretora do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) e especialista em mobilidade urbana, Nícia Leite, informou em entrevista ao Jornal do Piauí que a passagem de ônibus em Teresina poderia aumentar até 4% com a climatização do transporte, chegando a R$ 2,60.

Firmino pega ônibus

O prefeito de Teresina decidiu ir de sua casa (localizada próxima à Universidade Federal do Piauí, na zona Leste), até a prefeitura (nas proximidades da avenida Maranhão, no Centro) de ônibus. Ele saiu de sua residência às 6h25 e chegou ao trabalho às 7h15. Dentro do transporte público, a viagem, segundo ele, durou cerca de 21 minutos, na linha 401. 

Firmino informou que o ônibus não estava lotado, mas ouviu reclamações dos usuários com relação a vários problemas, como a conservação dos veículos. "Foi uma experiência de regular a boa. Mas, os ônibus precisam melhorar a conservação. Precisamos também estudar melhor esse trajeto, porque estive conversando com passageiros e eles informaram que os problemas estão concentrados no horário de pico, entre 12h e 14h, quando os estudantes o utilizam", finalizou. 

Clique aqui para mais informações.