Cidadeverde.com

Crise "segura" a economia informal no país

Foto: Último Segundo

A economia informal do país parou de encolher pela primeira vez em 12 anos e o motivo é a crise econômica. Pela estimativa do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO), a fatia da produção de bens e serviços não reportada ao governo deve alcançar a marca de R$ 932 bilhões este ano. O valor representa o equivalente a 16,1% do PIB brasileiro – percentual idêntico ao registrado em 2014.

Os pesquisadores que integraram a pesquisa revelam que essa é a tendência do mercado atual e que deve crescer ainda mais nos próximos anos.  Indicadores como o aumento da inflação e do desemprego e a dificuldade de acesso ao crédito "seguram" a economia informal, impedindo seu retrocesso. Nos últimos 12 anos (início da pesquisa), a economia informal caiu 4,9% em relação ao PIB. Em 2003, esse mercado representava 21% do total da economia.