Cidadeverde.com

Geração de energia reduz no Brasil, mas aumenta no Nordeste

A carga de energia (geração) elétrica do Brasil caiu 2,3% em novembro ante o mesmo mês do ano passado, informou nesta quinta-feira (3) o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que atribui a demanda menor à baixa atividade econômica, incluindo endividamento das famílias, alta dos juros e desemprego. Porém, o Norte e o Nordeste, continuam com elevação na demanda, de 6,7% e 3,4%, respectivamente. Segundo o ONS, os números são resultado do impacto menor dos reajustes tarifários sobre essas regiões e de um "ainda menor impacto da conjuntura econômica adversa" sobre a região Nordeste. O operador destacou, no entanto, que a taxa de crescimento da carga verificada no Nordeste em novembro já é inferior às observadas no primeiro semestre.

No Sudeste/Centro-Oeste, a queda de carga foi de 2,7% na comparação anual, enquanto o Sul teve retração de 10,2%. O ONS também citou a elevação das tarifas em 2015, que alterou os padrões de consumo. Neste ano, houve forte despacho de energia térmica, mais cara que a hidrelétrica, diante da seca que atingiu os reservatórios.