Cidadeverde.com

Fazenda admite que orçamento para 2016 pode chegar a 6%

A depurada estadual Liziê Coelho (PTB) reunirá, no início da próxima semana, a comissão que votará o orçamento proposto pelo governo para o ano de 2016 - cujo o incremento é de 3,75%. O secretário da Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, foi enfático ao afirmar que continua defendendo essa margem, mas admitiu que, após negociação política, esse incremento pode chegar a 6%. "Esse seria o máximo, apesar de nós não concordamos com algo que vá além dos 3,75%, porque esse percentual já é uma previsão otimista", completa. 

Sobre as previsões econômicas para 2016, o gestor avalia que não há boas expectativas para os próximos seis meses. "O primeiro semestre será tão ruim ou pior que 2015. O famoso ajuste fiscal não vai se completar durante a crise política que o país está vivendo. Temos um processo de cassação do presidente da Câmara Federal e um de impeachment da presidente. Enquanto isso estiver em alta, nenhuma medida importante será votada. Enquanto isso, o setor privado vive uma imprevisibilidade, o consumidor tem medo de ir às compras e o risco de desemprego é crescente. Já estamos com 8,9% de desemprego, mas poderemos chegar a 13% ou mais nos próximos meses. Muitas empresas nem conseguirão pagar o 13º salário dos funcionários", argumenta.