Cidadeverde.com

PI reduz inadimplência, mas saldo de empréstimos ainda é o menor do país

 

O Relatório de Economia Bancária e Crédito relativo ao ano de 2014, que foi divulgado nesta sexta-feira (11), pelo Banco Central, aponta que a inadimplência no Piauí é de 4,4% entre as operações de crédito para pessoa física. Em 2013, esse percentual era de 5%. Já a inadimplência relativa à pessoa jurídica caiu de 2,4% para 2,1% e é a segunda menor taxa do Nordeste, perdendo apenas para a Bahia (2%) e se igualando ao Ceará (também 2,1%).

Apesar da redução da inadimplência, o saldo das operações de crédito para pessoa jurídica foi de R$ 6,66 bilhões - o menor do Nordeste e o 5º menor do país. Mesmo assim, apresentou crescimento quando comparado a 2013, quando o saldo foi de R$ 5,6 bilhões. Nessa categoria, o número de clientes cresceu 7,2% (de 25 mil para 27 mil neste período).

Para pessoa física, o saldo de empréstimo em 2014 foi de R$ 10,68 bilhões - também o menor do Nordeste e o 6º menor do país. O número também representa crescimento: em 2013, foram liberados R$ 9,3 bilhões em crédito. Os empréstimos realizados em 2014, comprometeram, em média, 21,4% da renda do piauiense, quando em 2013 comprometia 22,8%.