Cidadeverde.com

2016: Grandes empresas estão mais pessimistas que as pequenas empresas

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) ficou em 36 pontos em dezembro, praticamente igual aos 36,4 pontos registrados em novembro. O indicador, que está 9,4 pontos abaixo do de dezembro de 2014, mostra que o pessimismo está disseminado em todos os setores da indústria. As informações são da pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 17 de dezembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pesquisa mostra ainda que  os empresários da construção são os mais pessimistas. Nesse setor, o ICEI caiu para 35 pontos, abaixo da média nacional. Na indústria de transformação, o indicador foi de 36 pontos e, na extrativa, de 41,6 pontos.

Grandes empresas menos confiantes - A falta de confiança é maior entre as grandes empresas. Nesse porte de indústria, o ICEI caiu de 37,7 pontos em novembro para 35 pontos em dezembro. Com a queda de 2,7 pontos, o indicador alcançou o menor nível da série histórica que começou em 1999, e ficou abaixo da média nacional. Nas médias indústrias, o indicador permaneceu em 35,1 pontos. Nas pequenas, o ICEI aumentou pelo segundo mês consecutivo e passou  de 35,3 pontos em novembro para 36,9 pontos  em dezembro.

 
Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem. Valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança dos empresários. Esta edição ouviu 2.938 empresas de todo o país entre 1º e 11 de dezembro. Dessas, 1.164 são de pequeno porte, 1.190 são médias e 684 são de grande porte.