Cidadeverde.com

Associação de Bares lança campanha após prejuízos devido à falta de energia

Após os prejuízos gerados pelas constantes quedas de energia registradas nas últimas duas semanas, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - Abrasel - iniciou campanha em Teresina para chamar a atenção da sociedade e da Eletrobras para a situação. A campanha pede à distribuidora que deixe os empresários trabalharem. "Nossa ideia é entrar com uma ação na Justiça, porque somos lesados constantemente, de várias maneiras, prejudicando tanto a recepção e o bem estar do cliente, como os alimentos, que se estragam com a falta de energia. Nesse ano, a falta de luz começou antes das chuvas. Queremos convocar a população a participar também, através da hashtag #exigimosprovidencias", explica o empresário Gunnar Campos.

 

Gunnar Campos

Em um bar da cidade, os prejuízos somaram R$ 15 mil, após a energia faltar por quase 24 horas. Picolés ficaram derretidos e carnes e frios tiveram que ser transferidos para não estragar. "Todos estamos revoltados, os prejuízos são bastante consideráveis", diz o gerente Carlos Alberto Silva, acrescentando que os funcionários e os clientes tiveram que ser dispensados duas vezes em menos de duas semanas.  A preocupação dos empresários é que a energia falte na noite de Réveillon, próxima quinta-feira, quando há 80% de possibilidade de chover. Alguns donos de estabelecimentos optaram por comprar um gerador de energia. "Fui obrigada a fazer isso, e ainda sabendo que no próximo ano vou ter que comprar um gerador que abranja toda a necessidade da casa", contou a empresária Sayonara Holanda, que investiu R$ 7 mil em uma máquina que não foi suficiente para atender à demanda energética do estabelecimento.

Em resposta, a Eletrobras Piauí informou que só tomou conhecimento dos problemas enfrentados no bar que passou quase 24 horas sem energia por volta das 11h de hoje (29) e que já enviou equipes para solucionar o problema. Disse ainda que as quedas de energia foram provocadas pelas chuvas, que afetaram nove alimentadores das subestações da cidade, mas que várias equipes estão trabalhando para solucionar os casos.