Cidadeverde.com

Balança comercial tem maior saldo desde 2011 e dólar continua acima dos R$ 4

A recessão brasileira e o dólar forte levaram à queda das importações em 24,3% durante o ano de 2015. Com isso, o superávit – exportações menos compras do exterior – da balança comercial brasileira registrou o maior valor em quatro anos. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O saldo das transações comerciais brasileiras foi de US$ 19,69 bilhões - o maior valor desde 2011, quando o superávit comercial somou US$ 29,79 bilhões.

 

Saldo da balança comercial
Em 2015, o saldo foi positivo em US$ 19,69 bilhões;
Em 2014, o saldo foi negativo em US$ 4,05 bilhões;
Em 2013, foi positivo em US$ 2,28 bilhões; 
Em 2012, também foi positivo, em US$ 19,39 bilhões.

 

O Dólar alto torna as vendas externas mais baratas e as importações mais caras. No ano passado, a moeda norte-americana subiu quase 50% – o maior aumento em 13 anos. Mas o que dá para esperar deste ano? Logo no início, o dólar fechou acima de R$ 4, no primeiro dia de negócios do ano de 2016. A moeda subiu forte porque o mercado busca ativos considerados mais seguros – como o dólar – conforme crescem as preocupações com a economia da China. O dólar operou em alta na maioria dos mercados. No Brasil, no entanto, a variação é mais acentuada por conta das tensões econômicas e políticas do país. A moeda norte-americana subiu a R$ 4,0339 para venda nesta segunda-feira (4), a maior cotação desde setembro.