Cidadeverde.com

Adesão ao Simples Nacional encerra dia 29 de janeiro

Os empresários brasileiros têm até o dia 29 de janeiro, último dia útil do mês, para aderir ao Simples Nacional, sistema que une oito impostos brasileiros. A solicitação deve ser feita através do site da Receita FederalO especialista em Direito Empresarial e Tributário, Leonardo Aírton Soares, explica quais as vantagens de aderir ao programa. “As empresas costumam reduzir sua carga tributária, a burocracia, bem como, as obrigações acessórias. Porém, há regras para ser enquadrado neste regime. Somente empresas na categoria de micro, que possuem faturamento anual de até R$ 360 mil; e pequenas empresas com receitas de até R$ 3,6 milhões, podem aderir ao Simples”.

Veja os impostos que são unificados no Simples: 

- Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
- Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ); 
- Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); 
- Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins); 
- Contribuição para o PIS/Pasep; 
- Contribuição Patronal Previdenciária (CPP); 
- Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
- Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).