Cidadeverde.com

"Não vamos reajustar nada", diz Franzé sobre piso dos professores

"Não vai haver reajuste porque já pagamos acima do piso" - a declaração é do secretário da Administração do Piauí, Franzé Silva, sobre as reivindicações dos professores da rede estadual de ensino. Para discutir o assunto, o gestor vai se reunir nesta tarde com representantes do Sinte. 

"Queremos encontrar saídas que não leve o alunado ao prejuízo, com o atraso do início do período letivo, mas levando em conta a situação econômica do governo. Essa pauta de pagar o piso nacional é pauta vencida porque o que está sendo colocado é o pagamento de R$ 2.135 para 40h a partir de janeiro. Mas, o menor salário pago no Piauí para professor de 40h é de R$ 2.221, ou seja, R$ 86 a mais que o piso nacional. Os outros estados estão dando reajuste para chegar a esse valor. Mas, se o Piauí já paga, não vamos reajustar nada. Não para cumprir o piso", enfatizou.

Outra pauta em questão é o pagamento de reajustes aprovados no ano passado. Segundo a categoria, o acordo não está sendo cumprido, mas Franzé garante que não há atrasos. "Se eles olharem o contracheque online vão ver que estão lá, a partir de janeiro, os 4% reivindicados".

Franzé destacou que existe abertura do governo para diálogo com os professores. "Nos interessa não entrar em conflito com o servidor e ninguém pode reclamar que não há diálogo. Sempre estamos presentes, mostrando os números", finaliza.