Cidadeverde.com

Franzé: salário dos professores ficará R$ 2.743 no final de 2016


O secretário da Administração do Piauí, Franzé Silva, considerou que a paralisação dos professores da rede estadual é precipitada e que espera não ser necessário contratar temporários para que o ano letivo não seja prejudicado. Em entrevista ao Jornal do Piauí desta quarta-feira (17), o gestor confirmou que o governador Wellington Dias (PT) já estabeleceu que o reajuste seja dividido em apenas três parcelas.

"Essa paralisação é precipitada porque estamos em negociação. Estamos aumentando o valor da primeira parcela e puxando a última para novembro. É o que podemos fazer dentro da capacidade financeira do Estado. Os outros Estados estão piores. Alguns pagam apenas o piso e as categorias que recebem acima não terão reajuste. Estamos propondo reajuste linear de 11,35% e ao final do ano, o salário de professor do Piauí será um dos maiores - ou o maior - do país", argumentou o secretário.

A última proposta do governo foi pagar o reajuste de 11,35% em três parcelas - janeiro (com retroativo, o que fica 4,5%), agosto (2,5%) e novembro.  No final do ano, segundo Franzé, o salário dos professores ficará R$ 2.743.