Cidadeverde.com

Eletrônicos têm alta de quase 80%, com fim da Lei do Bem

O fim da Lei do Bem - que insentava o PIS e Cofins de produtos eletrônicos fabricados no país - tem causado críticas tanto entre consumidores, quanto entre empresas. Os preços dos celulares e dos notebooks subiram no início deste ano e, em alguns casos, a alta chega a 79%, de acordo com o levantamento do comparador de preços Zoom.

 

A pesquisa mostra, por exemplo, que o smartphone Xperia Z3 Compact, que custava R$ 1.099, agora custa R$ 1.931,40. A Dell subiu o valor dos produtos em mais de 20%. O Moto X Play, top da Motorola com 32GB de armazenamento interno e Dual SIM: teve variação de 37% (o preço passou de R$ 1.169,10 para R$ 1.599,00).

 

A Lei do Bem foi criada em 2005 para estimular a produção nacional de computadores, mas depois, outros produtos entraram na isenção, como tablets e celulares. O programa, que deveria ter sido encerrado só em 2018, teve o fim antecipado por causa da crise financeira.