Cidadeverde.com

Poupança que não rende

As retiradas de valores da poupança superaram os depósitos em R$ 6,63 bilhões e representaram o pior resultado para os meses de fevereiro, desde o início da série histórica, em 1995. Entre os motivos para tantos saques estão: o aumento do desemprego, a inflação em alta, o endividamento das famílias, a fraca atividade econômica e também a baixa rentabilidade.

Dados de fevereiro:
- Depósitos: R$ 152,45 bilhões
- Saques: R$ 159,08 bilhões
- Rendimentos: R$ 4,08 bilhões em fevereiro.
- Estoque da poupança: R$ 648 bilhões 

O rendimento das cadernetas, quando a taxa de juros está acima de 8,5% ao ano, como atualmente, está limitado em 6,17% ao ano mais a variação da Taxa Referencial (TR). Enquanto isso, o rendimento dos fundos de renda fixa sobe junto com a Selic.  A poupança continua atrativa somente para fundos com taxas de administração acima de 2,5% ao ano. Além disso, descontada a inflação de 10,67%, a poupança teve queda real de 2,28%, o pior resultado desde 2002.