Cidadeverde.com

8 atitudes que acabam com qualquer venda

Em tempos de crise, nunca foi tão importante para o comércio o chamado "dom da venda". Num período em que o varejo passa por dificuldade e as demissões estão cada vez mais comuns, atendimentos ruins não podem ser tolerados. Nessa lista, também são incluídos aqueles erros que, em geral, o vendedor não percebe, mas que irritam os clientes, como a preguiça para atender ao pedido e a pressa para concluir a compra.

Se antes se falava muito em fechamento de vendas, hoje, a ideia mais disseminada é "facilitar a vida do cliente", mesmo que isso muitas vezes implique em indicar a compra de um produto que nem é vendido na loja. Mas, tendo em vista a quantidade de erros recorrentes, a Exame listou 8 atitudes corriqueiras que podem destruir qualquer negócio de vendas:

1. Achar que seu vendedor não precisa de capacitação: os vendedores não conseguem passar para o cliente as vantagens do produto de forma atrativa.
2. Julgar seu cliente assim que ele entra na loja: usar roupas simples não quer dizer não ter capital para gastar na loja.
3. Querer vender antes de criar uma relação com seu cliente: o vendedor deve aproximar-se do cliente, entregar o produto e dizer o valor. Isso cria uma relação de confiançacom o cliente.
4. Ficar esperando o cliente chegar até você: ser muito insistente é um problema, mas não se mostrar à disposição é pior ainda. O ideal é cumprimentar o cliente, esperar um curto tempo e depois abordá-lo.
5. Pensar nas suas preferências, sem considerar as do cliente: tem que ouvir mais do que falar e não se deve assumir uma percepção pessoal sobre a preferência do produto.
6. Aceitar tudo que o cliente pede: É preciso negociar. Aceitar tudo é sinal de insegurança e o vendedor acaba dando descontos impraticáveis.
7. Não saber lidar com questionamentos do cliente: é preciso ter argumentos para convencer o cliente a comprar o produto, e para isso é necessário informar sobre o objeto corretamente.
8. Ignorar o processo de fidelização do cliente: a venda não acaba quando o cliente sai da loja. O vendedor tem que ser capaz de criar um relacionamento com o consumidor.