Cidadeverde.com

3ª fase do Minha Casa Minha Vida terá nova faixa e prestação maior

A data já está marcada. O governo federal prepara para a quarta-feira da próxima semana (30) o lançamento da terceira fase do Programa Minha Casa Minha Vida - uma promessa feita na campanha para a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Para o Planalto, essa pode ser uma ocasião positiva, que somará contra o acirramento do processo de impeachment.  

As novidades da terceira etapa
- Será criado um site para cadastro dos interessados em participar do programa, mas as prefeituras também poderão fazer o cadastro. 
- Com o site, os interessados que se enquadram nos critérios serão selecionados automaticamente. A intenção é tornar o processo mais homogêneo e evitar fraudes. 
- Haverá aumento do valor das prestações, inclusive para as famílias da faixa 1, que tinham subsídio de até 95% do valor do imóvel e comprometiam apenas 5% da renda.
- Será criada uma nova faixa - a 1,5 - que contemplará famílias com renda mensal de até R$ 2.350. O desconto chega a R$ 45 mil.
- A parcela de recursos públicos como contrapartida aos subsídios é atualmente de 17,5% e deve cair para 11%. Para compensar a queda, a parcela do FGTS deve subir de 82,5% para 89%. 

A previsão inicial do orçamento do MCMV em 2016 era de R$ 15,5 bilhões, mas a falta de recursos fez o valor descer para R$ 6,9 bilhões - que será usado para todas as faixas e para quitar os pagamentos que estão atrasados.