Cidadeverde.com

Comércio tem pior trimestre da história

O movimento dos consumidores nas lojas de todo o país caiu 1,5% em março na comparação com o mês anterior, segundo a Serasa Experian. Em relação ao mesmo mês do ano passado,  a retração da atividade varejista foi de 9,2%. No acumulado do primeiro trimestre, a atividade varejista caiu 8,5% na comparação com o primeiro trimestre de 2015.

A causa

Os motivos, segundo a Serasa, estão associados diretamente à crise econômica: o aumento do desemprego, as taxas de inflação ainda elevadas, o crédito cada vez mais caro e o baixo grau de confiança do consumidor continuam impactando negativamente o desempenho da atividade varejista no país, especialmente nos segmentos onde o crédito sempre exerceu um papel importante na comercialização.

Setores mais atingidos

- móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática (-2,5%)
- supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-1,0%)
- material de construção (-0,6%)

Por outro lado, o movimento cresceu nos segmentos de combustíveis e lubrificantes (0,2%), veículos, motos e peças (0,3%) e tecidos, vestuário, calçados e acessórios (0,6%).