Cidadeverde.com

Previsão do mercado: Dólar deve fechar o ano a R$ 3,65

O mercado financeiro subiu, pela segunda vez seguida, a estimativa da inflação para esse ano, porém, espera-se agora uma contração menor do PIB e a taxa de juros - apesar de ter subido em relação à previsão anterior, ainda deve ficar mais baixa que a atual. Veja os detalhes:

Para 2016:
Inflação pela IPCA: subiu de 7,04% para 7,06 (acima do teto, que é 6,5%)
PIB: contração de 3,81%. Na semana passada, era 3,83%.
Taxa de juros (Selic): subiu de 12,75% para 12,88% até o final do ano (atualmente está em 14,25%)
Câmbio: dólar caiu de R$ 3,67 para R$ 3,65.
Balança comercial: subiu de US$ 49,57 bilhões para US$ 50 bilhões de resultado positivo
Entrada de investimentos estrangeiros: recuou de US$ 59,3 bilhões para US$ 58,6 bilhões.

Para 2017:
Inflação pela IPCA: estável em 5,5% (abaixo do teto de 6%)
PIB: previsão de alta de 0,55% (semana passada era 0,5%).
Taxa de juros (Selic): caiu de 11,38% para 11,25%.
Câmbio: dólar sairia de R$ 3,88 para R$ 3,85.
Balança comercial: estável em US$ 50 bilhões.
Entrada de investimentos estrangeiros: inalterada em US$ 60 bilhões.