Cidadeverde.com

Temer admite: reforma na Previdência inclui "idade mínima"

O presidente interino Michel Temer (PMDB) admitiu ontem (2) que a reforma da Previdência Social incluirá a questão da idade mínima para aposentadoria. A proposta está em discussão no governo, mas "tramita" rapidamente. “Se for necessário, estipularemos regras de transição. Se o prazo é de 35 anos de contribuição, talvez quem tenha, sei lá, 20 anos ou 15 anos, tenha que contribuir mais um ano, mais um ano e meio. Mas isso é em beneficio do próprio cidadão que no futuro vai se aposentar. Porque, se o poder público não tiver recursos quando ele se aposentar, pior para ele”, afirmou o presidente interino ao falar sobre a questão da idade mínima para aposentadoria.

Temer acrescentou que o polêmico reajuste dos salários dos servidores públicos - que custará mais de R$ 50 bilhões aos cofres públicos - já estava previsto no orçamento do governo de Dilma Rousseff (PT). "Por um lado, pacifica a relação do governo com várias categorias de servidores. É um aumento desejado há muito tempo. É um aumento discreto que quase não cobre a inflação. É útil para o governo e para os trabalhadores. Sem dúvida [a aprovação levou em conta] o cálculo político e o cálculo econômico. Isso está previsto no orçamento.”