Cidadeverde.com

60 milhões de brasileiros estão com o nome sujo

60 milhões de brasileiros estão com o nome sujo - o número é o mesmo que a população do Canadá e da Austrália juntos! A inadimplência contabilizada nos principais indicadores do país, o Serasa, SPC Brasil e Boa Vista SCPC tem deixado muitos consumidores sem crédito no mercado e o melhor meio de resolver o impasse é o pagamento do débito.

A quitação da dívida pode ser feita diretamente no banco ou na loja que se deve. O CPF tem que ser retirado da lista de inadimplentes em até 5 dias úteis. O fato é que, por mais que pareça impossível pagar a conta, a empresa geralmente está disposta a negociar para não ficar completamente no prejuízo. Por isso, os especialistas alertam que antes de tentar o primeiro contato com a empresa credora, o devedor deve fazer um planejamento realista, sabendo até onde pode ceder. Isso porque se o acordo não for pago como o prometido, as condições para uma segunda tentativa de acordo não serão tão razoáveis. Não aceite a proposta sem ter certeza que ela cabe direitinho no bolso. 

O que você precisa saber sobre o nome sujo

- Um dia de atraso pode ser o suficiente para que a empresa acione o cadastro de inadimplência, que enviará uma carta ao consumidor avisando do risco de incluir o CPF nos indicadores. Na Serasa, o tempo médio para as empresas enviarem um alerta a consumidores inadimplentes varia entre 30 e 45 dias após o primeiro dia de atraso.

- Não importa o valor da dívida, toda dívida pode sujar seu nome.

- Depois de receber a carta de aviso, você tem dez dias para resolver o problema. Se não se mexer, fica com o CPF negativado (nome sujo). 

- Nome sujo impede financiamentos em qualquer banco ou parcelar novas compras em qualquer loja do mercado por até 5 anos.

- Depois de 5 anos, seu nome sai da lista de inadimplentes e você pode assumir novos créditos no mercado, mas sua dívida com o banco ou a loja segue firme e aumenta a cada mês com os juros.