Cidadeverde.com

FMI recomenda que Brasil aumente impostos

O Fundo Monetário Internacional (FMI) recomendou, através de um documento, que o Brasil aumente seus impostos para melhorar a economia. O FMI vê espaço limitado para o Banco Central cortar juros e defende que o presidente Michel Temer (PMDB) avance com o ajuste fiscal, incluindo as medidas tributárias. Pela análise do Fundo, o Brasil deve voltar a crescer em 2017. 

"O novo governo deve complementar a proposta de um teto para os gastos com medidas tributárias e resolver a rigidez das despesas e mandatos insustentáveis, incluindo na previdência", afirma o documento do FMI. Além do ajuste fiscal, o FMI volta a recomendar que o Brasil faça reformas estruturais, para aumentar a produtividade e a competitividade.

Para o FMI, outra medida essencial é a implementação do programa de concessões, que vai provocar melhora da infraestrutura do País. Segundo o relatório, medidas como esta serão essenciais para aumentar o crescimento potencial do País. "O Brasil está tendo desempenho econômico significativamente abaixo do potencial e precisa construir amortecedores fiscais".