Cidadeverde.com

Reajuste do INSS deverá ser, no mínimo, 7,5% no próximo ano

O texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017, aprovado na última quarta-feira (24), prevê o aumento de, no mínimo, 7,5% em 2017 para aposentados e pensionistas. Isso fará o piso dos beneficiários subir para R$ 946 e o teto para R$ 5.579, a partir de janeiro.

Se a inflação continuar a aumentar - o que é possível que aconteça - a correção poderá ser um pouco maior. Nos últimos 12 meses, a inflação acumulada é de 9,55%. Neste ano, já chega a 5,76%  e até dezembro deve subir ainda mais. Os benefícios baseados no salário mínimo são corrigidos pela inflação do ano anterior mais a variação do PIB de dois anos antes. Com a economia em recessão, em 2015, os valores não devem ter ganho real em 2017, apenas a reposição inflacionária. Por isso, o percentual de correção só será realmente fechado no início de 2017, quando o IBGE divulgar a inflação de 2016.

Em 2016, os aposentados e os pensionistas do INSS que recebem o mínimo tiveram uma correção de 11,67%. Os que ganham acima do piso receberam 11,28%.