Cidadeverde.com

Desemprego sobe mais: país tem quase 12 milhões fora do mercado

O IBGE divulgou mais uma Pnad nesta terça-feira (30) e apontou que, no trimestre encerrado em julho, o desemprego chegou a 11,6% no país. Considerando todos os trimestres, essa é a maior taxa desde o início da série histórica, em 2012. No trimestre anterior, a taxa havia batido 11,2%. No mesmo período de 2015, o índice estava em 8,6%. De lá para cá, o aumento foi de 37,4%.

Nesses percentuais, a estimativa é que 11,8 milhões de brasileiros estão fora do mercado de trabalho. Esse também é o meio número já registrado. Os brasileiros ocupados somam 90,5 milhões e tiveram queda de 1,8% quando comparados aos números do trimestre anterior. Com o aumento do desemprego, caiu o rendimento médio dos trabalhadores, que ficou em R$ 1.985. Em relação ao mesmo trimestre do ano passado, a renda caiu 3% e sobre o período de fevereiro a abril, registrou estabilidade.