Cidadeverde.com

Governo pretende criar dois novos tipos de contrato de trabalho

Com quase 12 milhões de brasileiros fora do mercado de trabalho, a equipe econômica do governo Temer já dá como certa uma reforma trabalhista. O plano prevê dois tipos de contratos: o trabalho parcial e o intermitente. Em ambos, a jornada será menor que 44 horas e os direitos trabalhistas, como férias e 13º serão calculados de forma proporcional. 

No contrato parcial, a jornada ocorre em dias e horas previamente definidos. Por exemplo, a pessoa poderá trabalhar em um bar somente nos fins de semana. O trabalho intermitente, por sua vez, é acionado pelo empregador conforme a necessidade.  O dono de um buffet pode ter um vínculo desse tipo com uma equipe de garçons e cozinheiros. Nos fins de semana em que houver festa, os trabalhadores são chamados. Quando não houver, o empresário não terá custo.